Hearthstone

Hearthstone: Conheça os quatro representantes do Brasil na Copa América

Avante, brasileiros!
@thais.stagni
Thais Stagni
escreve para o Versus.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Copa América de Hearthstone, campeonato que reúne os melhores jogadores da América Latina, já está entre nós e conta com quatro representantes brasileiros disputando o prêmio do primeiro lugar.

Leia mais:

Como representatividade importa, nós sempre queremos conhecer quem vai defender a bandeira brasileira nos torneios. Por isso, o Versus apresenta melhor os jogadores que andam virando noites para conseguir bons rankings no final da temporada. Confira abaixo:

Lucas Neves

Foto: Acervo Pessoal
Foto: Acervo Pessoal

Lucas Neves tem 20 anos e começou a jogar Hearthstone em 2014. Sua heroína preferida é a Alleria, e ele admira muito o norte-americano Muzahidul "Muzzy" Islam - que está em nossa lista dos pro players de HS que você deveria conhecer - e Sebastian "Xixo" Bentert, da Alemanha.

Ele afirmou que não é uma pessoa que costuma usar as redes sociais, então acaba interagindo pouco com a comunidade. Ainda assim, pediu que a gente torça por ele, afinal, "Eu sempre tenho os decks mais legais". Estamos torcendo sim, Neves!


Sidney "Sid" Marcos

(O seu rosto é um mistério) Foto: Acervo Pessoal
(O seu rosto é um mistério) Foto: Acervo Pessoal

Pouco conhecido pela comunidade de Hearthstone, Sidney "Sid" Marcos, de 17 anos, sequer tem uma conta no Facebook. Assim como Neves, ele começou a jogar Hearthstone em 2014 e o seu herói preferido é o Guerreiro. O seu baralho preferido do meta atual é o Cubelock, de Bruxo - uma escolha polêmica, porque há quem ame e quem odeie esse deck, não é mesmo?

Diferentemente de Neves, que falou que admirava pro players estrangeiros, Sid declarou que se inspira no brasileiro Lucas "Rase" Guerra, que também estava competindo na Copa América.

"Como comecei no competitivo de Hearthstone apenas em 2018, sou pouco conhecido pela comunidade, mas a comunidade de Hearthstone é a melhor de todos os games", declarou Sid. "Espero que gostem de mim."

Bem, nós já gostamos!


Rodrigo "Perna" Castro

Foto: Acervo pessoal/Reprodução
Foto: Acervo pessoal/Reprodução

O veterano Rodrigo "Perna" Castro, de 37 anos, começou a jogar Hearthstone no beta fechado do jogo, mas entrou para o cenário competitivo apenas em 2016.

Ao perguntarmos seu personagem preferido, ele afirmou que "quem foca muito na competição acaba não se importando muito com isso, porque acabam jogando com o que tiver mais forte". Por conta disso, o deck que ele mais gosta por conta do meta atual é o Highlander Priest. E não é para menos, não é? O baralho foi usado durante todo o mundial do jogo!

Sobre sua maior inspiração, Perna não falou um pro player ou alguém da comunidade de Hearthstone: "Na vida de forma geral, me inspiro no meu pai, falecido há três anos. No Heartstone eu não tenho uma inspiração, mas gosto de acompanhar os jogadores mais grinders."

Quer ler o recadinho que ele deixou para a comunidade? Confira abaixo:

Conto com a torcida de vocês para tentar buscar o bicampeonato na Copa América e, quem sabe, buscar também o título na HCT Alemanha. "É nóis" (sic). Um abraço e tamo junto.


Lucas "Garifar" Jacob

Foto: Acervo pessoal/Reprodução
Foto: Acervo pessoal/Reprodução

Por último, mas não menos importante, conheça Lucas "Garifar" Jacob, de 20 anos. O pro player começou a jogar em junho de 2014, e entrou para o cenário competitivo em abril de 2015.

Para ele, o meta atual "é um dos mais complicados", mas se ele pudesse escolher um baralho, seria o de Jade Druida. A sua inspiração também não é em algum pro player, e sim nele mesmo. Garifar declarou que tenta "concentrar ao máximo para sempre poder melhorar e aprender algo novo."

Ele deixou claro que pretende dar o seu melhor para representar o Brasil durante a Copa América. Estamos torcendo por você, Garifar!



As fases presenciais da Copa América vão acontecer em 15 e 16 de fevereiro, e as finais vão acontecer nos dias 17 e 18 de fevereiro. O vencedor pode ter a chance de participar da competição internacional de Hearthstone, que vai acontecer na Alemanha.

Thaís Stagni é redatora do Versus. Siga-a no Twitter.

Tags Relacionadas
HearthstoneComunidade
Mais notícias
Tudo sobre o envolvimento da Blizzard com os protestos de Hong Kong
Blizzard

Tudo sobre o envolvimento da Blizzard com os protestos de Hong Kong

Mei, de Overwatch, se tornou um símbolo do movimento social
Matheus Oliveira
Hearthstone Global Games 2019 reúne 32 regiões e US$ 75 mil em premiação
Hearthstone

Hearthstone Global Games 2019 reúne 32 regiões e US$ 75 mil em premiação

Torneio acontece entre 15 de novembro e 22 de dezembro
Helena Nogueira
Overwatch: Ingresso virtual da BlizzCon oferece skins de WoW para Genji e Symmetra
Overwatch

Overwatch: Ingresso virtual da BlizzCon oferece skins de WoW para Genji e Symmetra

Além de itens exclusivos para outros games da Blizzard
Lucas Hagui