Halo

Halo: Mundial oferece premiação de US$ 1 milhão e ocorre em Seattle neste final de semana

O torneio promete ser inesquecível!
@felipe.cardoso
Escrito por
Felipe Cardoso
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

As finais mundiais do Halo World Championship começam nesta sexta-feira (13) e vão acontecer na cidade de Seattle, nos Estados Unidos. A tão aguardada final da etapa global reúne as melhores equipes da modalidade e soma uma premiação de US$ 1 milhão.

Leia mais:

Quando se trata de Halo nos eSports, conseguimos ver uma incrível jornada, com campeonatos cada vez maiores e produções espetaculares, onde o sonho de cada jogador é conquistar a glória com o título mundial.

“Eu espero que as finais em Seattle sejam o melhor campeonato de Halo que já tivemos até o momento. Nós temos um excelente local, grandes parceiros, como a MLG, e o maior nível de competitividade de todos os tempos”, diz Tahir “Tashi” Hasandjekic, chefe de produção de eSports da 343 Industries.

Ao total, serão 16 equipes participantes no torneio, onde todas elas conquistaram suas vagas por resultados nas qualificatórias regionais.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O formato vai contar com quatro grupos, no qual as equipes se enfrentam e os dois melhores colocados avançam para os playoffs, que acontecem em eliminação dupla para decidir qual será a melhor equipe do mundo.

O Halo World Championship possui apenas um representante da América Latina, que foi decidido na etapa da Cidade do México. A Psychotic Gaming foi a vencedora do torneio, conquistando a vaga e levando US$ 10 mil de premiação.

Psychotic Gaming. Foto: Reprodução
Psychotic Gaming. Foto: Reprodução

John Montoya, mais conhecido como Pelu, é jogador da Psychotic Gaming e compete profissionalmente desde o Halo 3.

O jogador de 24 anos menciona que muitos países da América Latina não possuem muito apoio e patrocínios apesar do grande número de jogadores nesses locais. Porém, ele não descarta a possibilidade de sua equipe surpreender no mundial e conquistar um bom resultado.

Sem uma Gaming House, justamente pelo motivo do time da Psychotic Gaming possuir integrantes colombianos e mexicanos, a equipe treina todas as noites para buscar o sonho de conquistar o Halo World Championship.

Entretanto, a jornada da equipe latino-americana não será fácil, pois times como EnVyUs, Splyce, Renegades, Reciprocity e TOX possuem o favoritismo ao seu lado.

As transmissões oficiais do HaloWC acontecem nos canais do jogo na Twitch, na Mixer e no site da MLG. Então, se você é um fã de Halo, não perca a experiência de acompanhar o campeonato mundial!

Felipe Cardoso é analista do Versus. Siga-o no Twitter em @felpyyy.

Tags Relacionadas
Halo
Mais notícias
Halo: TOX Gaming é campeã da HCS 2018, line-up norte-americana conquista tricampeonato
Halo

Halo: TOX Gaming é campeã da HCS 2018, line-up norte-americana conquista tricampeonato

A HCS finalizou a 2ª Temporada competitiva de 2018
Lucas Hagui
Doublelift, Goddess, Ninja e Stewie2k são nomeados na lista 30 under 30 da Forbes
Comunidade

Doublelift, Goddess, Ninja e Stewie2k são nomeados na lista 30 under 30 da Forbes

Os pro players estão com tudo!
Lucas Hagui
Pringles promove torneios de Fortnite, Clash Royale e Gamelta no México
Esports

Pringles promove torneios de Fortnite, Clash Royale e Gamelta no México

Pringles Games Celebration acontece na Cidade do México
Lucas Hagui