Street Fighter

Análise: Furioso como sempre, Blanka chega em Street Fighter V: Arcade Edition

O Guerreiro do Amazônia está de volta!
@_matheusf23
Matheus Oliveira
escreve para o Versus.

Anunciado junto a todos os outros personagens que chegam em Street Fighter V: Arcade Edition, Blanka recebeu seu trailer de divulgação e o Versus fez uma análise das novidades apresentadas no vídeo.

Leia mais:

Blanka fez sua primeira aparição em Street Fighter II, e ao lado de Chun-Li, foi um dos lutadores que mais chamou atenção, seja devido ao seu conjunto de habilidades que sempre priorizavam grande mobilidade, ou por sua aparência monstruosa.

Hoje, o chamado Guerreiro da Amazônia prova ser dócil, acompanhando Sakura e Dan em suas jornadas em busca de reconhecimento.

Para a análise das novidades apresentadas em seu trailer de anúncio, utilizaremos as seguintes legendas:

  • LP - Soco fraco
  • MP - Soco médio
  • HP - Soco forte
  • LK - Chute fraco
  • MK - Chute médio
  • HK - Chute forte
  • Qcf - Um quarto de círculo para frente
  • Qcb - Um quarto de círculo para trás
  • DP - Dragon punch (Z motion)
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Seu V-Reversal, Quick Rolling, que é ativado com o comando frente + três socos, derruba o oponente e o deixa em uma distância neutra, e conta com alcance razoável, não sendo um dos melhores do game.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Sua V-Skill, Coward Crouch, é um movimento conhecido do lutador, fazendo com que o personagem deite, desviando de ataques altos e projéteis, podendo ser estendido ou seguido com duas opções diferentes.

Utilizando qualquer botão de chute, o lutador salta em direção ao inimigo, com uma trajetória mais baixa e rápida que um salto comum, que normalmente pode ser seguido por ataques aéreos.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Ao pressionar qualquer botão de soco, o personagem executa um ataque de baixo para cima, lançando seu adversário ao ar, o que pode servir como abertura para diversos combos, inclusive sua Critical Art.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Seu primeiro V-Trigger, Jungle Dynamo, faz com que todos os golpes especiais elétricos mudem e passem a ser versões aprimoradas, bem melhores que as com gasto de barras.

Além das melhorias, os ataques também acertam mais vezes e deixam os oponentes abertos para combos mais longos. Enquanto ativo, Blanka ganha um novo movimento, o Ground Shave Rolling, no qual o personagem gira fixo no lugar e arranca para frente, atingindo o oponente.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Lightning Beast, seu segundo V-Trigger, também dá acesso a um novo ataque especial, chamado de Rolling Cannon, que pode ser utilizado apenas depois de qualquer movimento em que Blanka role, como ferramenta para prolongar diversos combos.

Além de ampliar facilmente o dano causado, o novo recurso não deixa o lutador em desvantagem ao ser defendido, podendo ser utilizado como uma ferramenta extra para causar pressão nos adversários.

O restante do trailer de anúncio apenas mostra alguns de seus recursos, dos quais podemos destacar os seguintes:

1) Blanka ainda é um personagem baseado fortemente em grande mobilidade;

2) Os dois V-Trigger servem para aumentar suas opções de mix-ups (nome dado ao hábito de alternar entre diferentes ataques para confundir o oponente).

O potencial completo de Blanka poderá ser visto a partir de seu lançamento. O Guerreiro da Amazônia chega nesta terça-feira (20) em Street Fighter V: Arcade Edition.


Matheus Oliveira é redator do Versus. Siga-o no Twitter.

Tags Relacionadas
Street FighterGuias
Mais notícias
Street Fighter: Brasil é um dos selecionados para o Intel World Open 2020
Street Fighter

Street Fighter: Brasil é um dos selecionados para o Intel World Open 2020

As qualificatórias para o torneio começam em março
Beatriz Coutinho
Street Fighter 5 terá novo modo de torneios online em breve
Street Fighter

Street Fighter 5 terá novo modo de torneios online em breve

Várias novidades de Halloween também estão por vir
Matheus Oliveira
Street Fighter: Momochi perde mais de 85% da premiação por não ter licença de pro player
Street Fighter

Street Fighter: Momochi perde mais de 85% da premiação por não ter licença de pro player

O japonês recebeu apenas cerca de US$ 560 dos mais de US$ 46 mil do torneio da Tokyo Game Show
Beatriz Coutinho