Fortnite

Fortnite: Tfue denuncia FaZe por inscrever jogador menor de idade na Copa do Mundo

Pro player foi inscrito sendo 2 anos mais novo que o permitido no regulamento do campeonato
Tfue iniciou ação contra FaZe por cláusulas abusivas | Foto: Lucas Takashi/Versus/Montagem
Tfue iniciou ação contra FaZe por cláusulas abusivas | Foto: Lucas Takashi/Versus/Montagem

Após o escândalo entre o pro player Turner "Tfue" Tenney e FaZe Clan, em que o jogador acusa a organização de ficar com 80% de seu lucro, Tfue incluiu em sua denuncia uma declaração sobre a FaZe inscrever um jogador menor de idade em sua line-up e também na Copa do Mundo de Fortnite.

Leia mais:


De acordo com o regulamento do mundial do battle royale, os jogadores não podem ser menores de 13 anos. No caso, "H1ghsky1" foi contratado pela FaZe em 22 de março de 2019 - na época, ele tinha apenas 11 anos.

De acordo com apuração da Upcomer, atualmente H1ghsky1 tem 12 anos. Assim, ele não poderia participar das classificatórias da Copa do Mundo por ser oficialmente mais novo que o permitido no regulamento do campeonato - isso sem considerar a impossibilidade do jogador realizar streams na Twitch e YouTube por conta do regulamento das plataformas.

No documento oficial da Corte Superior do Estado da Califórnia, Tfue ainda cita que a organização pressionou os pais e a própria criança para mentirem a idade. Veja abaixo:

Trecho do processo em que Tfue menciona a irregularidade com o jogador | Foto: Corte Superior do Estado da Califórnia/Screenshot
Trecho do processo em que Tfue menciona a irregularidade com o jogador | Foto: Corte Superior do Estado da Califórnia/Screenshot

O caso está em processo na Corte Superior do Estado da Califórnia, em que Tfue clama por 80% do lucro proveniente de seus canais de transmissão que foram retirados pela organização em uma cláusula contratual abusiva. Leia mais a respeito do caso em nossa matéria.



Lucas Takashi é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @IugahTK.

Tags Relacionadas
FortniteFaZe