Mercado

Fortnite, PUBG, Free Fire e Paladins são proibidos pelo governo chinês, diz rumor

Diversos outros jogos estão na suposta lista citada
@_matheusf23
Matheus Oliveira
escreve para o Versus.
Foto: Epic Games/Reprodução
Foto: Epic Games/Reprodução

Rumores indicam que a China pode banir alguns dos games mais populares do mundo por diretrizes éticas e sociais do país. Como medida após um processo de revisão de jogos online, aparentemente o governo chinês baniu diversos games do território, incluindo títulos famosos como PlayerUnknown's Battlegrounds, Fortnite, Paladins e Free Fire, além de solicitar alterações em diversos outros.

Leia mais:

Em um tópico no Reddit, o usuário ZeroWofe547 publicou um breve resumo com traduções de postagens sobre o assunto feitas por diversas empresas no Weibo, versão chinesa do Twitter.

Na postagem, o redditer cita diversos anúncios feitos pelo governo chinês desde dezembro de 2017, quando foi instaurado o Online Gaming Ethics Review Committee (Comitê de Revisão de Ética em Jogos Online, em tradução livre).

No mesmo tópico, o usuário também publicou uma imagem de uma tabela disponibilizada pelo órgão, com 20 títulos e suas posições separadas em "Ação de Correção" ou "Proibido/Retirado". Você pode conferir o material traduzido abaixo e a original (em chinês) no link divulgado no Reddit.

Foto: ZeroWofe547/Reprodução
Foto: ZeroWofe547/Reprodução

Dentre os games indicados da suposta lista como "Proibidos/Retirados" estão PUBG, Fortnite, Paladins e Free Fire. Já entre os jogos advertidos com necessidade de correção estão League of Legends, World of Warcraft e Overwatch.

Os fatores que despertaram o interesse do governo chinês englobam razões como sangue e violência (grandes responsáveis pelo banimento dos games citados acima), além de indicar problemas como superexposição de modelos femininos e chat inadequado.

O Versus buscou declarações sobre o acontecido e, até o momento da publicação desta matéria, nem a PUBG Corp. ou a Epic Games se pronunciaram a respeito.

A Hi-Rez (desenvolvedora de Paladins) afirmou que "Atualmente, a Tencent gerencia o Paladins na China, incluindo toda a operação do jogo e toda a interlocução com governo chinês no que diz respeito ao jogo. Nesse momento, a Hi-Rez não pode confirmar ou negar relatos relacionados a um banimento governamental, e não consegue oferecer informações de ações corretivas".

Ainda não existem confirmações sobre as medidas tomadas pelo governo chinês. Segundo informações adicionadas no próprio tópico criado por ZeroWofe547, PUBG e Fortnite ainda estavam disponíveis e jogáveis no país.



Matheus Oliveira e Helena Nogueira são redatores do Versus. Siga-os no Twitter em @_matheusF23 e @helenavnogueira.

Mais notícias
LoL: Riot Games terá produtos em parceria com Riachuelo, Piticas e Panini na CCXP
League of Legends

LoL: Riot Games terá produtos em parceria com Riachuelo, Piticas e Panini na CCXP

Editora galera publicará livro Reinos de Runeterra e Tilibra produzirá cadernos do MOBA
Beatriz Coutinho
LoL: Riot Games e Panasonic trarão jogos da LCS para sistema de bordo de aeronaves
League of Legends

LoL: Riot Games e Panasonic trarão jogos da LCS para sistema de bordo de aeronaves

Voos que receberão a liga na programação ainda não foram revelados
Beatriz Coutinho
Linha WD Black estabelece aproximação da Western Digital com público gamer
Mercado

Linha WD Black estabelece aproximação da Western Digital com público gamer

Especializada em armazenamento, empresa patrocina a paiN Gaming há 1 ano
Matheus Oliveira