Fortnite

Fortnite: Pro player da W7M bate recorde brasileiro de abates solo

Por pouco o jogador não alcança o recorde mundial!
@_matheusF23
Escrito por
Matheus Oliveira
Foto: Epic Games/Reprodução
Foto: Epic Games/Reprodução

Existe uma nova marca a ser batida em Fortnite! Nicolas “Nicks” Polonio, pro player do battle royale pela W7M, bateu o recorde brasileiro de abates, jogando no solo contra esquadrões.

Leia mais:

Durante uma transmissão em seu canal da Twitch, Nicks conquistou 40 kills, tornando-se o novo recordista brasileiro no modo em que jogo.

O competidor chegou perto de alcançar o recorde mundial, que no momento da publicação desta matéria, é carregado por Liam "Kamo" Fillery, pro player da Ghost Gaming, que garantiu 46 abates jogando solo contra esquadrões.

O recorde de kills no modo solo contra solo é carregado pelo jogador japonês "Rizart", com 34 abates.

Lembrando que a Epic Games revelou detalhes sobre o circuito competitivo de Fortnite em 2019. Com US$ 100 milhões em premiação total, Copa do Mundo e a volta dos torneios semanais.

Também vale recordar que o próximo grande campeonato do battle royale já tem data para acontecer. Entre os dias 1 e 3 de março será sediado na Polônia o Katowice Royale, com US$ 500 mil em prêmios.

Matheus Oliveira é redator do Versus. Siga-o no Twitter.

Tags Relacionadas
Fortnite
Mais notícias
Fortnite: Ninja explica porque ele quer o retorno do mapa original do game
Fortnite

Fortnite: Ninja explica porque ele quer o retorno do mapa original do game

Você concorda com o streamer?
Beatriz Coutinho
Fortnite: Dance no Lago da Canoa, no Campo Canaveral e no Aluguéis Arco-íris
Fortnite

Fortnite: Dance no Lago da Canoa, no Campo Canaveral e no Aluguéis Arco-íris

Veja onde encontrar os locais e concluir as missões de Travessura do Miáusculo
Matheus Oliveira
Fortnite Desperte Oro: Colete medalhas para o desafio da skin dourada
Fortnite

Fortnite Desperte Oro: Colete medalhas para o desafio da skin dourada

Garanta 100 mil de experiência da temporada com a missão limitada
Matheus Oliveira