Fortnite

Fortnite: Pedófilos atraem vítimas em partidas online e são presos nos EUA

Procurador geral de Nova Jersey alertou pais sobre a necessidade de acompanhar as atividades dos filhos
@helenavnogueira
Helena Nogueira
escreve para o Versus.
Foto: Epic Games/Reprodução
Foto: Epic Games/Reprodução

Infelizmente, criminosos também estão no ambiente dos jogos online. Nesta segunda-feira (24), 24 homens foram presos em Nova Jersey, nos Estados Unidos, por abordagem sexual a menores por meio de plataformas da Internet. No anúncio dos resultados da operação, o procurador geral Gurbir Grewal revelou ao público que um dos meios que os pedófilos usaram para se relacionar com as crianças foi o battle royale Fortnite.

Leia mais sobre Fortnite:

Segundo relatório do site Nola.com, os criminosos estavam tentando ter relações sexuais com menores de até 14 anos por meio do jogo. Para apreendê-los, a operação colocou detetives para se passarem por adolescentes e, dessa forma, os pedófilos tentaram contato e foram identificados.

Grewal informou que Fortnite, ao lado de Minecraft, Discord e redes sociais não especificadas, foram as plataformas utilizadas pelos infratores.Alguns deles, além disso, se passaram por crianças eles mesmos.

"É uma realidade assustadora - predadores sexuais estão à espreita nas mídias sociais prontos para agir se encontrarem uma criança vulnerável", disse o procurador greal. "É crucial que os pais conversem com seus filhos sobre a Internet e apps de chat para que saibam que as pessoas que eles encontrarem podem não ser quem parecem inicialmente."

"Estas prisões devem servir como um aviso de que os responsáveis devem monitorar de perto as atividades online de suas crianças", disse o superintendente da Polícia Patrick Callahan.

A legislação brasileira considera pedofilia apresentar, produzir, vender, fornecer, divulgar ou publicar fotografias ou imagens com pornografia ou cenas de sexo explícito envolvendo criança ou adolescente. Não se tem conhecimento de casos de pedofilia por meio de Fortnite no Brasil. No entanto, caso suspeite de algo, denuncie na Ouvidoria da Polícia Federal.



Helena Nogueira é repórter no Versus. Siga-a em @helenavnogueira.

Tags Relacionadas
Fortnite
Mais notícias
Tudo sobre Fortnite 2.0: Carregar amigos, novas armas, skins e mais novidades
Fortnite

Tudo sobre Fortnite 2.0: Carregar amigos, novas armas, skins e mais novidades

O battle royale da Epic Games está de cara nova
Beatriz Coutinho
Fortnite: "2020 será um ano ainda maior" para o cenário brasileiro, diz Epic Games
Fortnite

Fortnite: "2020 será um ano ainda maior" para o cenário brasileiro, diz Epic Games

Brasil e América Latina estão entre os focos da Epic no ano que vem
Beatriz Coutinho
Fortnite: Evento Fim do Mundo começa e leva BGS ao delírio
Fortnite

Fortnite: Evento Fim do Mundo começa e leva BGS ao delírio

Evento começou ao vivo na Brasil Game Show 2019
Beatriz Coutinho