Fortnite

Fortnite: Epic Games processa youtubers por venda de códigos do game

Influenciadores terão que arcar com os danos causados
@helenavnogueira
Escrito por
Helena Nogueira
Foto: Epic Games/Reprodução
Foto: Epic Games/Reprodução

Na vida real, os trapaceadores de Fortnite não contam com moitas para se esconder. Na última quarta-feira (10), a Epic Games, desenvolvedora do battle royale, entrou com um processo contra os youtubers Brandon Lucas, do canal "Golden Modz", e Colton Conter por promoção e venda de códigos do jogo.

Leia mais sobre Fortnite:

Brandon e Colton vendiam cheats e os demonstravam em seus canais. Dentre os facilitadores que os youtubers comercializavam estava, por exemplo, a possibilidade de mirar e atirar automaticamente, sem a necessidade de clicar e posicionar o mouse.

Tendo conhecimento da infração dos youtubers, a Epic Games submeteu um processo de 35 páginas na última semana no estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. O documento aponta que os influenciadores violaram o código estado-unidense de direitos autorais ao fazer uso de “práticas desonestas e enganosas de venda e competição”.

Com a ação judicial, Brandon e Colton estão “proibidos permanentemente de manter a conduta denunciada", seus lucros com os hacks serão "recolhidos" e os youtubers terão que arcar com o preço de "danos causados à Epic, preço dos advogados e custos relacionados à este processo". Não foi divulgado, porém, o valor total que os influenciadores terão que arcar com os danos causados.

Esta não é a primeira vez que a Epic Games processa jogadores pelo uso de códigos, portanto, é bom evitá-los. Em outubro de 2017, a desenvolvedora entrou com uma ação contra os responsáveis pelo site AddictedCheats, que comercializava hacks para Fortnite.

Helena Nogueira é repórter no Versus. Siga-a em @helenavnogueira.

Tags Relacionadas
FortniteComunidade
Mais notícias
Fortnite Temporada 3: Os desafios da semana 9
Fortnite

Fortnite Temporada 3: Os desafios da semana 9

Veja as missões da nova semana na season Tirando Onda
Matheus Oliveira
Fortnite: Jogador chega às finais da FNCS usando hacks para criticar anti-cheat
Fortnite

Fortnite: Jogador chega às finais da FNCS usando hacks para criticar anti-cheat

O player jogou parte das qualificatórias trapaceando para mostrar falha no sistema do battle royale
Matheus Oliveira
DreamHack adia eventos presenciais para 2021
DreamHack

DreamHack adia eventos presenciais para 2021

Alguns torneios continuarão sendo realizados online
Beatriz Coutinho