Esports

Forbes elege as empresas mais valiosas dos esports; C9 e TSM lideram lista

Quais organizações você acha que aparecem no ranking?
@biaacoutinhoo
Escrito por
Beatriz Coutinho
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução

Cloud9 e Team SoloMid (TSM) são as organizações de esports mais valiosas do mundo, de acordo com a Forbes, revista e portal estadunidense que fala sobre negócios e economia. Na última terça-feira (5), a Forbes elegeu as 13 empresas mais bem cotadas do segmento e diversos outros times conhecidos do cenário estão no ranking.

Leia mais:

Confira a lista completa abaixo:

  • 1º - Cloud9 | Valor: US$ 400 milhões
  • 1º - TSM | Valor: US$ 400 milhões
  • 3º - Team Liquid | Valor: US$ 320 milhões
  • 4º - FaZe Clan | Valor: US$ 240 milhões
  • 5º - Immortals Gaming Club | Valor: US$ 210 milhões
  • 6º - Gen.G | Valor: US$ 185 milhões
  • 7º - Fnatic | Valor: US$ 175 milhões
  • 8º - Envy Gaming (Dallas Fuel e Empire Dallas) | Valor: US$ 170 milhões
  • 9º - G2 | Valor: US$ 165 milhões
  • 10º - 100 Thieves | Valor: US$ 160 milhões
  • 11º - NRG | Valor: US$ 150 milhões
  • 12º - Misfits Gaming| Valor: US$ 120 milhões
  • 12º - OverActive (Splyce, Toronto Defiant, Toronto Ultra) | Valor: US$ 120 milhões

Um dos maiores destaques da lista é a FaZe Clan. A organização - que se envolveu em um processo judicial com o streamer e pro player Turner "Tfue" Tenney - não fez parte da lista divulgada pela Forbes em 2018 e já em sua primeira aparição no ranking alcançou o 4º lugar, valendo US$ 240 milhões, aproximadamente R$ 956,3 milhões.

Em 2018, a Cloud9 recebeu um investimento de US$ 50 milhões e também fez parte da lista de futuras startups bilionárias, organizada pela Forbes. Esta, inclusive, não é a primeira vez que a organização lidera a lista de empresas mais valiosas dos esports: em 2018 o time alcançou a mesma colocação. A C9 possui diversas parcerias com grandes marcas, como a Puma.

A Team Liquid, terceira colocada da lista, também merece o seu lugar. Em outubro de 2018, a aXiomatic, empresa responsável pela organização, recebeu um investimento de US$ 26 milhões - entre os investidores estava o astro do basquete norte-americano Michael Jordan. Em abril de 2019, a empresa recebeu um novo investimento, desta vez, de US$ 21,5 milhões.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Mais notícias
Prêmio Esports Brasil 2020 acontece em dezembro
Esports

Prêmio Esports Brasil 2020 acontece em dezembro

Quarta edição da premiação terá adaptações e mais jurados
Helena Nogueira
Herman Miller e Logitech lançam cadeira gamer de R$ 10,7 mil
Mercado

Herman Miller e Logitech lançam cadeira gamer de R$ 10,7 mil

Com foco na ergonomia, produto já pode ser comprado no Brasil
Beatriz Coutinho
Filha do dono da Garena e mais: 10 memes brasileiros dos esports
Esports

Filha do dono da Garena e mais: 10 memes brasileiros dos esports

Saiba a origem de memes como brTT preso, Qué Ota e mais
Beatriz Coutinho