Esports

Federação Global dos Esports é fundada em Singapura

Vice-presidente da Tencent é um dos sócios fundadores
@helenavnogueira
Escrito por
Helena Nogueira

Foto: Gin Tay/Reprodução
Foto: Gin Tay/Reprodução

Uma organização internacional que visa promover a expansão e o reconhecimento dos esports foi fundada nesta segunda-feira (16) em Singapura. Com a presença do vice-presidente da Tencent e de secretários Olímpicos entre os membros fundadores, a Global Esports Federation (GEF) terá sede na cidade asiática e realizará ao menos um torneio em 2020.

Leia mais:

A cerimônia de inauguração da GEF foi conduzida por seu presidente Chris Chan, que também é secretário geral do Conselho Olímpico Nacional de Singapura. Além dele, a medalhista olímpica Charmaine Crooks e o vice-presidente do Conselho Olímpico da Ásia Mr Wei Jizhong estão envolvidos no projeto.

Completando o conselho regente da Federação está Edward Cheng, vice-presidente da Tencent. A gigante chinesa atuou como um dos fundadores globais da GEF.

Segundo o The Straits Times, Chris Chan disse na cerimônia desta segunda-feira (16) que sua intenção é que a GEF se torne "a voz e autoridade para o movimento mundial dos esports" - porém, ele reiterou que a organização não "se considera a federação de esports definitiva". Além disso, o presidente definiu os esports como "incompreendidos".

O evento também apresentou os cinco objetivos principais da GEF, que incluem o estabelecimento de federações nacionais de esports e a definição de comições atléticas com foco no bem estar dos pro players e no fair play. A instituição também planeja realizar eventos e torneios de esports a partir de 2020.

Em 2018, aconteceu o primeiro Fórum de Esports do Comitê Olímpico Internacional, que contou com executivos dos esports para discutir a inclusão da modalidade nos Jogos Olímpicos. Na ocasião, o então Comissário da Overwatch League disse que era "muito cedo para discutir estes assuntos".

No último mês de junho aconteceu um novo Fórum entre a Intel e o Comitê Olímpico. A conversa teve alguns obstáculos principalmente por alguns jogos serem no formato de tiro em primeira ou terceira pessoa, o que configura uma natureza violenta de acordo com os valores olímpicos - situação que o presidente do COI, Thomas Bach, não poderia permitir.

Mesmo que a discussão ainda se encontre em impasse, os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 terão torneios de Street Fighter e Rocket League.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
Esports
Mais notícias
Nyvi Estephan se torna embaixadora do Esports Awards na América Latina
Esports

Nyvi Estephan se torna embaixadora do Esports Awards na América Latina

Apresentadora concorreu ao prêmio em 2019
Beatriz Coutinho
Live beneficente com Gaules, Nyvi, Wendell Lira e mais acontece neste sábado (23)
Esports

Live beneficente com Gaules, Nyvi, Wendell Lira e mais acontece neste sábado (23)

Transmissão reunirá celebridades da Rede Globo e reverterá fundos para a Casa do Zezinho
Helena Nogueira
Gaules, Nobru e mais participarão de ação do Greenpeace para preservar a Amazônia
Esports

Gaules, Nobru e mais participarão de ação do Greenpeace para preservar a Amazônia

Fallen, Baiano, The Darkness e Takeshi também fazem parte do projeto
Beatriz Coutinho