League of Legends

"Fãs brasileiros salvaram minha carreira", afirma Olleh, pro player sul-coreano de LoL

Olleh jogou pela Pain Gaming em 2014
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
escreve para o Versus.
© Reprodução
© Reprodução

Em entrevista ao canal Blitz Esports LoL, o pro player sul-coreano de League of Legends Kim “Olleh” Joo-sung, jogador da Team Liquid, afirmou que seus fãs brasileiros o fizeram desistir da ideia de se aposentar.

Leia mais sobre LoL:

Questionado sobre uma doação que fez à um programa de jovens brasileiros, o jogador explicou o motivo de ter escolhido ajudar o país verde e amarelo, além de relembrar seu carinho pela torcida.

"Dois anos atrás, após eu ter falhado em Taiwan, eu quis muito me aposentar, porque meu medo era muito grande e eu estava sendo culpado por todos lá. Então eu queria me aposentar, não queria mais ser um pro player. Mas uma coisa boa eram os brasileiros, meus fãs simplesmente torcendo por mim.", disse Olleh.

Olleh - último jogador da esquerda para a direita - com a line up que jogou na Pain Gaming
Olleh - último jogador da esquerda para a direita - com a line up que jogou na Pain Gaming

"Eles diziam 'Ainda te amamos, ainda acreditamos em você!' e por causa deles eu pensei 'Talvez eu possa tentar. Ainda há pessoas que torcem por mim, então eu posso ao menos tentar novamente'. Eu comecei a jogar solo queue no servidor coreano com 100 de ping e consegui chegar ao Challenger, enquanto via diversos coreanos que não conseguiram fazer o mesmo.", contou o pro player.

"Então eu pensei 'Eu consigo fazer isso novamente!'. Talvez individualmente eu não seja tão bom, mas só preciso aprender e tentar de novo. Eu sou muito grato aos meus fãs brasileiros, porque caso contrário, eu poderia simplesmente ter desistido da minha carreira.", finalizou Olleh.

O suporte sul-coreano chegou ao Brasil em maio de 2014 e já havia jogado nas equipes KT Rolster Arrows e Midas FIO.

Jogando pela PaiN Gaming ao lado de Whesley "Leko" Holler , Thúlio "sirT" Carlos, Gabriel "Kami" Bohm e Han "Lactea" Gi-hyeon, Olleh - que atualmente joga pela Team One - garantiu o vice-campeonato na Liga Brasileira, a 4ª colocação na Final Regional e novamente um 2º lugar, desta vez na Brasil Gaming League.

Após a Pain cair nas quartas de final da Intel Extreme Masters IX San Jose, o suporte deixou a equipe e logo juntou-se à Hong Kong Esports, onde garantiu alguns bons resultados.

Ele se dedicou muito a aprender português e tem vários vídeos antigos em seu canal no Youtube estudando a língua e cantando Sandy & Júnior.

Recentemente, Olleh também se lembrou do Brasil no Mundial, postando uma foto no Twitter com um Guaraná.

Bia Coutinho é redatora no Versus. Siga-a no Twitter.

Tags Relacionadas
League of Legends
Mais notícias
LoL: Depois de Senna, próximos campeões serão atirador de Targon e colosso de Ionia
League of Legends

LoL: Depois de Senna, próximos campeões serão atirador de Targon e colosso de Ionia

Tem ainda um caçador excêntrico e um carregador corpo a corpo vindo por aí
Matheus Oliveira
LoL: Netflix lança documentário em comemoração aos 10 anos do game
League of Legends

LoL: Netflix lança documentário em comemoração aos 10 anos do game

Você já pode assistir League of Legends: Origins
Helena Nogueira
LoL: URF retorna ao jogo por tempo limitado e com seleção de campeões
League of Legends

LoL: URF retorna ao jogo por tempo limitado e com seleção de campeões

Modo estará disponível no jogo entre 28 de outubro e 8 de novembro
Jairo Junior