League of Legends

Em 2019, liga turca de League of Legends funcionará com sistema de franquias

Última região a adotar o sistema foi a LCS Europa
@biaacoutinhoo
Escrito por
Beatriz Coutinho
Imagem: Riot Games
Imagem: Riot Games

Neste final de semana, a Riot Games anunciou que a Turkish Championship League (TCL), liga turca de League of Legends, utilizará o sistema de franquias em 2019. A última liga a adotar o formato foi a LCS Europa.

Leia mais:

A partir do próximo ano, o circuito terá 10 equipes e o sistema de rebaixamento deixará de existir.

A Turkish Challenger Series - espécie de Circuito Desafiante - será transformada em uma liga de desenvolvimento, assim como a Academy League da LCS norte-americana e a LoL Development League da China.

Os contratos entre as equipes e a Riot terão duração de três anos.

A desenvolvedora afirmou que espera que "os investimentos feitos pelas equipes, junto com a mudança no sistema, levem os elementos que vão moldar o futuro, como o recrutamento de jovens talentos, instalações de treinamentos, métodos de trabalho e desenvolvimento de jogadores."

Esta é a terceira mudança que a Riot aplica em diferentes regiões competitivas do mundo, em 2018. Em março houve o anúncio da LCS Europa adotando o sistema de franquias e em 1 junho, a confirmação da junção das ligas LLN e CLS da América Latina.

Bia Coutinho é redatora do Versus. Siga-a no Twitter.

Tags Relacionadas
League of Legends
Mais notícias
LoL: Balanceamento para autofill e duo nas ranquedas chegará em breve
League of Legends

LoL: Balanceamento para autofill e duo nas ranquedas chegará em breve

A Riot Games detalhou mudanças que pretende fazer ao longo de 2020
Matheus de Lucca
LoL: Liga chinesa LPL será disputada apenas online
League of Legends

LoL: Liga chinesa LPL será disputada apenas online

A competição foi pausada por conta da epidemia de coronavírus no país
Matheus Oliveira
LoL: Barricadas darão mais ouro após patch 10.5
League of Legends

LoL: Barricadas darão mais ouro após patch 10.5

A nova atualização já pode ser testada no PBE
Matheus Oliveira