Dota

Dota: OG vence PSG.LGD e é a grande campeã do The International 2018

Temos um campeão!
@helenavnogueira
Helena Nogueira
escreve para o Versus.

A OG esports é a grande campeã do The International 2018. Neste sábado (25), a equipe venceu a PSG.LGD na decisão do mundial de Dota 2 por 3 a 2. Com o triunfo, a equipe levou para casa o Aegis e mais de US$ 11 milhões, parte da premiação total de US$ 25 milhões.

Leia mais sobre Dota:

1/4
Draft do primeiro jogo. Foto: Reprodução
Draft do primeiro jogo. Foto: Reprodução
Draft do segundo jogo. Foto: Reprodução
Draft do segundo jogo. Foto: Reprodução
Draft do terceiro jogo. Foto: Reprodução
Draft do terceiro jogo. Foto: Reprodução
Draft do quarto jogo. Foto: Reprodução
Draft do quarto jogo. Foto: Reprodução

A PSG abriu a primeira partida com vantagem nos abates, mas a OG seguiu logo atrás após vencer um confronto de grupo na rota do meio. Aos 25 minutos, os europeus tomaram as chances para si, avançando em ouro, experiência e dano, conseguindo virar o jogo com jogadas em grupo geniais. A base adversária caiu aos 35 minutos, com 34 abates a 27

O segundo confronto da série teve a revanche da LGD, que liderou em ouro e, fortalecida, dominou os combates em grupo. Os vários abates consecutivos de Lu "Somnus" Yao foram apenas um prenúncio do jogo consolidado, e os chineses derrubaram o Ancestral inimigo aos 38 minutos de jogo e 45 abates a 19.

A terceira partida começou com ritmo mais acelerado, com as equipes equivalentes no placar. Vencendo abates, mas perdendo torres, a PSG mais uma vez dominou os combates em grupo, mas logo teve que fazer frente ao avanço da OG, que conquistou mais mortes mas não conseguiu evitar a vitória inimiga, com a base caindo aos 34 mimutos de jogo e placar final 50 a 25.

Com a PSG liderando a série com 3 a 1, ambas as equipes partiram para o último confronto com força total. Iniciando confrontos em grupo com mais frequencia, os europeus conseguiram balancear suas conquistas com os adversários, estando tudo igual nos primeiros 25 minutos. A OG avançou para a base inimiga, mas o chineses defenderam seu território e viraram as chances do jogo. O avanço, porém, foi suficiente para que os europeus recuperassem o folego e o time voltou a dominar, derrubando o Ancestral aos 65 minutos com 58 a 49.

O último e decisivo jogo da noite começou com um grande atropelo em cima da OG. Aos 18 minutos de jogo, a LGD já havia garantido 22 abates em cima da adversária e seguia pelo mapa tentando controlar o jogo. Aos poucos, a OG foi reconquistando o jogo e com muita habilidade e trabalho em grupo, garantiu a vitória do TI8, cravando um belo e acirrado 3 a 2 em cima dos chineses da LGD.

O The International 2018 aconteceu entre 15 e 25 de agosto na Rogers Arena, em Vancouver, no Canadá. Neste ano, o campeonato contou com a maior premiação da história, correspondente ao total de US$ 25 milhões.

Esta foi a primeira vez que o torneio contou com uma equipe brasileira. A Pain Gaming garantiu a vaga para o torneio por meio da qualificatória sul-americana e embora não tenha avançado para o evento principal, não fez feio na Fase de Grupos. A organização até mesmo venceu o time de inteligência artificial que enfrentou no torneio.

Em 2019, o The International sairá das Américas pela primeira em sua história, para ser disputado em Shangai, na China.


Helena Nogueira é repórter e Bia Coutinho é redatora no Versus. Siga-as no Twitter em @helenavnogueirae @biaacoutinhoo.

Tags Relacionadas
Dota
Mais notícias
Dota: MDL Chengdu 2019 será o primeiro Major da nova temporada do Pro Circuit
Dota

Dota: MDL Chengdu 2019 será o primeiro Major da nova temporada do Pro Circuit

Esta será a 10ª edição do torneio
Beatriz Coutinho
Dota: Mandy, Kingrd e Dunha1 disputarão qualificatória do Major
Dota

Dota: Mandy, Kingrd e Dunha1 disputarão qualificatória do Major

Qualificatória do Major acontecerá entre 5 e 10 de outubro
Matheus Oliveira
Dota: Jogadores com baixa pontuação de conduta são banidos até 2038
Dota

Dota: Jogadores com baixa pontuação de conduta são banidos até 2038

São 19 anos de banimento
Matheus Oliveira