CS:GO

Dota, CS:GO e mais: Resumo dos torneios da BGC 2018

A BGC foi eleita o melhor campeonato da BGS pelo Versus!
@Foxer_JJ
Escrito por
Jairo Junior
Foto: Brasil Game Show
Foto: Brasil Game Show

A Brasil Game Cup 2018 foi encerrada juntamente da 11º edição da Brasil Game Show e já deixa saudades. O campeonato durou quatro dias e recebeu três disputas de Counter-Strike: Global Offensive e uma de Dota 2. Ainda no mesmo palco, no domingo (14), também aconteceu a Copa Brasil de Free Fire.

Leia mais:

Se você perdeu algum momento da competição, não se desespere! O Versus traz neste texto um resumão de tudo o que aconteceu no maior palco dedicado ao esporte eletrônico da feira. Acompanhe:

Primeiro dia - Dota 2: O domínio da Encore

A BGC 2018 abriu suas portas com a disputa entre Encore e-Sports e INTZ Bulldozer no Dota 2. Inicialmente, o público e até os especialistas esperavam certo equilíbrio, mas não foi o que aconteceu. A Enconre surpreendeu, dominou e cravou 3 a 0 na série melhor de cinco, sem dar qualquer tipo de chance aos seus adversários. Eles venceram e convenceram!

Tanto nas redes sociais quanto no palco, a Encore se mostrou uma das organizações mais empolgadas. Eles comemoram muito o título com diversas postagens e muita alegria ao levantar o troféu. Foi bonito de ver, ainda no primeiro dia, como a magia do esport empolga competidores e a torcida.

Segundo Dia - CS:GO Masculino: O bicampeonato da W7M Gaming

O duelo entre W7M Gaming e Team Wild era um dos mais aguardados. Tudo poderia acontecer nesta batalha entre duas das melhores equipes do país. E de fato, tudo aconteceu. Começando pelo fato que a série melhor de cinco precisou de todos os mapas para ser definida. Neste longo período, jogadas insanas, clutchs e muito equilíbrio ditaram o ritmo do confronto.

A campeã W7M Gaming. Foto: W7M.
A campeã W7M Gaming. Foto: W7M.

No lado da W7M, Rafael "raafa" Lima realizava uma das suas melhores exibições do ano, enquanto no da Wild, Vinicios "PKL" Coelho não deixava barato e respondia a altura. No final das contas, o próprio raafa levantou o troféu e também levou o título de MVP da final, com um total de 91 abates capitalizados.

Terceiro Dia - CS:GO Feminino: A imbatível OpTic Gaming

A sexta-feira (12) foi dia de OpTic Brasil e Não Tem Como se enfrentarem no palco da BGC. As duas equipes vivem momentos muito diferentes e o favoritismo era completamente de Camila "cAmyy" Natale e companhia. Enquanto a OpTic vinha embalada com o título conquistado na Game XP, a NTC usou o campeonato para "encerrar seu ciclo harmoniosamente", como disse Suelen "Suziii" Barbosa em entrevista exclusiva ao Versus.

Dentro de jogo, vimos a clara superioridade da OpTic Gaming, que venceu o confronto por 3 a 0 e manteve a sua hegemonia no cenário nacional. O time também conquistou a BGC do ano passado, quando ainda representava a Vivo Keyd. Em 2018, elas mantiveram sua invencibilidade no Brasil, que parece longe de ser quebrada. Quem será que irá bater a temida OpTic Brasil?

Quarto Dia - BGC Challenge de CS:GO: A força do MIBR e a grata surpresa chamada "pancc"

Sábado o CS:GO chegou no seu terceiro dia seguido. Desta vez com um convidado especial: o Made in Brazil. A equipe composta por três brasileiros e dois americanos, todos campeões de Major, enfrentou a campeã da Brasil Game Cup masculina para medir as forças entre o cenário mundial e o nacional.

Como era esperado, Fernando "fer" Alvarenga e companhia deram show. Mostraram toda a performance que a torcida queria ver e venceram por 3 a 0. No entanto, quando todos achavam que iria acabar, Gabriel "FalleN" Toledo foi ao centro do palco e surpreendeu: "o showmatch está tão legal e os meninos da W7M estão mandando tão bem que nós vamos jogar os cinco mapas". Os fãs, é claro, foram a loucura e mais dois mapas foram jogados e também vencidos pela MIBR.

Apesar de nenhum mapa ter sido tirado das estrelas internacionais, uma grata surpresa apareceu: Fillipe "pancc" Martins. O jogador mais novo dos dez na disputa mostrou muita personalidade, não se sentiu intimidado e jogou tudo que sabia, protagonizando lances e clutchs incríveis. A base do Brasil vem forte!

*O Versus foi para a BGS 2018 com a Acer e acompanhou a feira de pertinho em todos os cinco dias. A cobertura da BGC foi completa e você pode conferi-la com vídeos entrevistas e textos, em nosso site.

Jairo "Foxer" Junior é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @Foxer_JJ.

Tags Relacionadas
CS:GODotaBGS
Mais notícias
CS:GO: FURIA garante vaga nos playoffs da DreamHack Open Summer NA 2020
CS:GO

CS:GO: FURIA garante vaga nos playoffs da DreamHack Open Summer NA 2020

Brasileiros da Team oNe ainda têm chances de chegar às semifinais também
Beatriz Coutinho
CS:GO: 3ª temporada do CLUTCH terá premiação de R$ 600 mil e novo formato
CS:GO

CS:GO: 3ª temporada do CLUTCH terá premiação de R$ 600 mil e novo formato

Torneio começa em 17 de agosto
Beatriz Coutinho
CS:GO: Menino de 8 anos cria "Jogo do Gau" com Gaules como protagonista
CS:GO

CS:GO: Menino de 8 anos cria "Jogo do Gau" com Gaules como protagonista

Saiba como apoiar o projeto
Matheus Oliveira