Mercado

Dono da Echo Fox deixa organização após comentários racistas de acionista

O executivo foi apoiado por pro players como Dominique "SonicFox" McLean
@_matheusf23
Matheus Oliveira
escreve para o Versus.
Foto: Dot Esport/Reprodução
Foto: Dot Esport/Reprodução

O ex-jogador profissional de basquete da NBA Rick Fox anunciou que se desligará da Echo Fox, após comentários racistas de acionistas parceiros da organização.

Leia mais:


De acordo com o portal norte-americano Dexerto, as declarações preconceituosas foram feitas através de negociações via e-mail, por um executivo da Vision Venture Partners, empresa de investimentos também criada por Rick Fox.

Segundo declarações de Fox, não foi a primeira vez que isso aconteceu e o sócio "não apoiará ou se associará com tal comportamento".

A Echo Fox foi fundada em 2015, quando Rick Fox adquiriu o espaço da Gravity Gaming na League of Legends Championship Series (LCS), por aproximadamente US$ 1 milhão.

A organização já passou por diversos cenários além do MOBA da Riot Games, como Call of Duty, Counter-Strike, Street Fighter, Super Smash Bros., Gears of War e muitos outros.

Além disso, a Echo Fox é a equipe da qual faz parte Dominique "SonicFox" McLean, eleito pro player do ano no The Game Awards de 2018. Conheça a história do competidor no vídeo acima.

Matheus Oliveira é redator do Versus. Siga-o no Twitter.

Tags Relacionadas
Mercado
Mais notícias
Linha WD Black estabelece aproximação da Western Digital com público gamer
Mercado

Linha WD Black estabelece aproximação da Western Digital com público gamer

Especializada em armazenamento, empresa patrocina a paiN Gaming há 1 ano
Beatriz Coutinho
Jukes, Sneaky e mais protagonizam comercial de parceria entre Cloud9 e Puma
Mercado

Jukes, Sneaky e mais protagonizam comercial de parceria entre Cloud9 e Puma

"Nós te desafiamos a continuar sendo você"
Matheus Oliveira
Mixer torna-se segunda plataforma de streaming mais popular, atrás da Twitch
Mercado

Mixer torna-se segunda plataforma de streaming mais popular, atrás da Twitch

Relatório do 3º trimestre de 2019 mostrou crescimento da plataforma
Lucas Hagui