League of Legends

Disseram que era só um joguinho: Entenda as referências de LoL na música do Emicida

Beatriz Coutinho
Rapper brasileiro performou canção durante a grande final do CBLoL

[Atualizado às 22:42h do dia 15/09 - Inserimos o bordão com a homenagem ao narradorDiniz "Gruntar" Albieri]


No último sábado (8), a abertura da grande final do 2º split do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2018 ficou nas mãos - ou melhor, na voz - do rapper, cantor e compositor brasileiro Emicida, que já foi indicado ao Grammy Latino e possui diversos prêmios como VMB's e APCA's.

A música cantada pelo rapper Disseram que era só um Joguinho já conta com mais de 366 mil visualizações (somando os números dos canais Emicida e LoL eSports BR no YouTube) e é cheia de referências da comunidade de League of Legends e ainda fala sobre a ascensão do LoL.

Você descobriu o League of Legends recentemente e não entendeu certas partes da letra? O Versus ajuda!

Imagem: Riot Games
Imagem: Riot Games

"Marrudo igual 2Pac jão, Rajada de Quack irmão"

"Rajada de Quack" faz referência a uma das falas mais comuns do streamer Pato Papao, que inclusive notou que estava na letra da música. Acompanhe o produtor de conteúdo na Twitch.

"Dale dele dele doly"

Dale dele dele doly é uma das marcas registradas do streamer João Victor "Jovirone" Nery, que ficou emocionado quando percebeu que o termo entrou na música. Ele explica o significado do termo a partir dos 3 minutos e 39 segundos do vídeo abaixo:

"Sem fada, mas cada play dos menino é mitológico"

Mitológico é um bordão de Tácio "Schaeppi" Schaeppi, narrador de League of Legends. O termo serve para elogiar desde os pro players que performam bem durante o campeonato schaaté as jogadas feitas por eles.

Schaeppi é um dos narradores do CBLoL | Imagem: Reprodução/Facebook
Schaeppi é um dos narradores do CBLoL | Imagem: Reprodução/Facebook

"Do PC, do Mac, Hashtag hoje tô MEC"

"Tô MEC" é uma gíria carioca que significa algo positivo, bom. O jargão sempre é dito pelo streamer Flávio "Jukes" Fernandes.

"Então respeita (rexpeita) o nível do gameplay, meu bom"

"Rexpeita" é um bordão de Felipe "brTT" Gonçalves, que inclusive virou o nome da marca de roupas que o pro player possui. A Riot Games Brasil homenageou o jogador com a frase "'Rexpeita' o rato" em League of Legends, inserida na dublagem oficial do campeão Twitch em PT/BR.

Já "Meu bom" é uma das falas mais populares do também jogador profissional Rafael "Rakin" Knittel.

1/2
Atualmente, brTT joga no Flamengo eSports | Imagem: Reprodução/ Instagram Rexpeita
Atualmente, brTT joga no Flamengo eSports | Imagem: Reprodução/ Instagram Rexpeita
Rakin é um dos pro players da CNB | Imagem: Reprodução/Instagram
Rakin é um dos pro players da CNB | Imagem: Reprodução/Instagram

"Tá achando que tá na Disney? FON!"

Estes são dois memes preciosos do cenário nacional de League of Legends e ambos estão sempre na boca de Felipe "Yoda" Noronha, ex-pro player e streamer.

"Ajusto alvo e PEI! num campo circunflexo"

O narrador Diniz "Gruntar" Albieri também aparece na música de Emicida com um de seus bordões mais conhecidos, o "PEY" - mas sem o Y.

Em uma publicação no fórum de League of Legends, Gruntar afirma que tenta utilizar a expressão só em jogadas realmente tensas, para que o bordão não fique muito repetitivo:

O que você achou de todas as referências à comunidade brasileira de League of Legends? Quais outras você gostaria de ver na canção?


Bia Coutinho é redatora no Versus e ficou muito emocionada com a abertura do CBLoL. Siga-a no Twitter em @biaacoutinhoo.