Gwent

De noob para noob: 5 dicas para se dar bem em GWENT

"Hmm... That was very impressive"
@_matheusF23
Escrito por
Matheus Oliveira
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Você venceu de todos os mercadores, colecionou todas as cartas e garantiu vitórias nos torneios The Witcher 3: Wild Hunt, logo, está pronto para jogar GWENT certo? Errado!

O jogo de cartas que foi vangloriado dentro do RPG da CD Projekt Red ganhou uma game próprio, que está em fase de beta aberta desde 24 de maio de 2017, já conta um circuito competitivo próprio, e o Versus preparou cinco dicas para os interessados em se aventurar no card game.

Leia mais:

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

1) Guardar as cartas douradas e de líder

Logo no tutorial, o game diz que usar suas cartas mais poderosas no começo é uma boa estratégia, o que nem sempre é verdade.

As cartas douradas são as mais poderosas e com habilidades mais devastadoras, o que justifica seu limite de quatro por deck.

As douradas são tão fortes quanto os líderes, personagens importantes que representam a facção desejada. Como já dizia Vezemir, "Poupe os recursos para quando forem mais impactantes."

2) Aproveite o Mulligan

O Mulligan é uma jogada conhecida de muitos card games, tanto dos físicos como Magic: The Gathering, e virtuais, como Hearthstone, que consiste em trocar cartas da sua mão no começo do round.

Criar uma estratégia com isso em mente é importante. Sabendo que é possível trocar três cartas no primeiro round e uma nos próximos dois, construir um deck que se aproveite disso é essencial.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

3) Saiba quando desistir de um round

Em GWENT, o jogador que vencer duas rodadas de três vence, mas pode ser que muitas vezes você seja forçado a desistir do round atual com o objetivo de garantir uma vantagem que possa levar à vitória.

A mecânica consiste em passar a sua vez para o adversário. Quando um dos lados escolhe passar, seu inimigo pode jogar quantas cartas quiser até que também decida fazê-lo.

Utilizar estratégias que façam seu oponente passar para que então conquiste a vantagem com uma carta específica também ajuda a vencer.

4) Saiba filtrar seu deck

Para aproveitar ao máximo o Mulligan, e também outras mecânicas, é fundamental construir um deck que combine com o que pode acontecer durante as partidas.

Como exemplo, podem ser citadas as cartas que buscam unidades aleatórias no deck, que podem ser trocadas no Mulligan, servindo como um coringa, já que aumenta as chances de sacar suas tropas mais importantes.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

5) Administre danos e melhorias

Algumas cartas do game podem causar danos no adversário ou melhorar unidades aliadas, a diferença é marcada por como isso é executado, já que isso pode ser feito imediatamente ou levar alguns turnos.

Enquanto certos personagens causam um de dano por turno, outros podem explodir os oponentes imediatamente.

Escolha bem em que situação cada uma se sai melhor, já que em um começo de rodada garantir aquelas melhorias periódicas pode ter um enorme peso no decorrer do confrornto.

Agora você está pronto para mostrar do que seu exército é capaz e invocar aquele sol do deserto no campo de batalha, nos vemos na taverna!

Matheus Oliveira é redator do Versus. Siga-o no Twitter.

Tags Relacionadas
Gwent
Mais notícias
Chinês Wangid1 vence 8ª edição do GWENT Open
Gwent

Chinês Wangid1 vence 8ª edição do GWENT Open

O circuito está chegando em ápice!
Matheus Oliveira
GWENT: Edição definitiva do game chega nesta terça-feira (23); confira vídeo de anúncio
Gwent

GWENT: Edição definitiva do game chega nesta terça-feira (23); confira vídeo de anúncio

Homecoming está entre nós!
Matheus Oliveira
GWENT: Com mudanças radicais no game, data de lançamento oficial é divulgada
Gwent

GWENT: Com mudanças radicais no game, data de lançamento oficial é divulgada

Incluindo a expansão Thronebreaker: The Witcher Tales
Matheus Oliveira