De acordo com estudo, mulheres representam um terço dos espectadores de esports

Pesquisadores compararam dados de 2018 com os de 2016
Imagem: Reprodução/Rainbow Six
Imagem: Reprodução/Rainbow Six

Um estudo feito pela empresa de pesquisas Interpret mostrou que as mulheres representam atualmente 30,4% dos espectadores de esports. A pesquisa foi realizada com base em dados do último trimestre de 2018, mostrando um crescimento em relação ao público feminino de esports demonstrado em 2016.

Leia mais:


Esses números são grandes avanços para o mercado, já que no mesmo período de 2016 o valor era de 23,9%. Este crescimento de quase 6% em apenas dois anos mostra que o segmento está a caminho de uma futura paridade gênero em seu público.

Imagem: Reprodução/Interpret
Imagem: Reprodução/Interpret

Em informações mais aprofundadas sobre o público feminino nos esports, 35% são jogadoras de games de PC/Console relacionados aos esportes eletrônicos, enquanto 20,3% acompanham ligas competitivas.

Mesmo com números crescentes, os jogos competitivos mais comuns não são os prediletos do público feminino, sendo alguns exemplos Dota 2 (20%), Rainbow Six Siege (23%), Counter-Strike: Global Offensive (24%), Hearthstone (26%) e Overwatch (26%). 

De acordo com Tia Christianson, vice-presidente de pesquisa da Interpret da Europa, Oriente Médio e África, a indústria de esports apresentará mais crescimento futuramente.

"Como uma indústria, mais progressos serão feitos, já que o papel das mulheres em títulos tradicionais de esports continua a crescer dados os esforços de alguns dos líderes do setor. É mais provável que muito desse crescimento venha em gêneros de esport não tradicionais e, especialmente, em jogos adaptados a dispositivos móveis e tablets", cita Tia Christianson.

Imagem: Reprodução/Skillz
Imagem: Reprodução/Skillz

Para finalizar e complementar os dados da Interpret, a empresa dedicada aos esports mobiles Skillz reuniu informações sobre os dez melhores pro players mobiles.

Os dez jogadores mais premiados combinados receberam mais de US$ 8 milhões em premiação ao todo, conforme a lista acima, e sete destas pessoas são jogadoras profissionais, mostrando que esse pode ser um dos caminhos para ser seguido no futuro.



Lucas Takashi é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @IugahTK.