CS:GO

CS:GO: W7M Gaming enfrenta Team Wild na BGC 2018; jogadores comentam confronto

Quem será o grande campeão da BGC 2018?
@Foxer_JJ
Escrito por
Jairo Junior
Imagem: csgowallpapers.com/Reprodução
Imagem: csgowallpapers.com/Reprodução

No próximo dia 11 de outubro, W7M Gaming e Team Wild irão subir no palco da Brasil Game Show 2018 para decidir de vez quem é o grande campeão da Brasil Game Cup de Counter-Strike: Global Offensive deste ano.

Leia mais:

Atualmente, o cenário nacional de CS:GO vive uma fase interessante, onde nenhuma equipe conseguiu instalar sua própria hegemonia. Ao menos seis ou oito times se encontram no mais alto escalão, sendo que diversos outros também disputam por um lugar ao topo.

Para nos aprofundarmos ainda mais neste duelo, convidamos para uma entrevista Rafael "raafa" Lima e Lucas "destinyy" Bullo, representando os Bulls (W7M) e os Selvagens (Team Wild), respectivamente.

Pensando nos protagonistas desta história, as próprias W7M e Wild não fogem do padrão que o Brasil vive hoje no Counter-Strike. Ambas as equipes se encontram no chamado "tier 1" e fizeram boas exibições recentemente. Ainda assim, não há como deixar de destacar os recentes títulos da Wild.

Jogadores e coach da Team Wild. Foto: Team Wild/Reprodução
Jogadores e coach da Team Wild. Foto: Team Wild/Reprodução

Sendo assim, quando entramos no tema de "momento dos finalistas da BGC 2018", percebemos que nossos entrevistados discordam levemente sobre quem entra como favorito para este confronto.

"Acho que não existe favorito", disse raafa. "Nós e a Wild estamos vivendo momentos parecidos dentro de jogo, sempre chegando bem em todos os campeonatos. Por isso, creio será um confronto bem equilibrado."

"Na minha opinião nós estamos entrando como os favoritos", discordou destinyy. "Em apenas três meses, já conseguimos sete títulos, então acho que por isso podemos nos considerar os favoritos."

Quando perguntamos aos pro players sobre quais são os diferenciais dos seus oponentes nesta decisão de títulos, alguns nomes surgiram como potenciais perigos. Ainda assim, o respeito entre os quintetos foi mútuo.

"Acho o destiny o jogador mais habilidoso deles [Wild], mas em confrontos recentes contra nós, o KHTEX [Denner "KHTEX" Barchfield] se destacou mais, então eu colocaria os dois como perigos individuais. Ainda assim, todos sabemos que o conjunto da Wild é o que realmente faz mais diferença", opiniou raafa.

"Eu não colocaria nenhum jogador da W7M como destaque, pois todos eles são muito bons e formam um quinteto bem forte", falou Destinyy.

Jogadores da W7M Gaming. Foto: Draft5/Reprodução
Jogadores da W7M Gaming. Foto: Draft5/Reprodução

Antes de encerrar a entrevista, os jogadores enviaram um recado para seus adversários da grande final da BGC: "Se prepararem bem, porque da última vez na LAN deu a gente e desta vez não vai ser diferente!", finalizou raafa. Já destinyy foi sucinto, deixando uma mensagem direta: "Boa sorte".

A BGC acontece durante a Brasil Game Show 2018, nos dias 10 e 14 de outubro, no Expo Center Norte, em São Paulo. Apesar da feira tratar sobre games em geral, o público poderá conferir diversas atrações relacionadas diretamente aos esports - confira nosso guia completo da Brasil Game Cup 2018.

Brasil Game Cup 2018

Jairo "Foxer" Junior é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @Foxer_JJ.

Tags Relacionadas
CS:GOFPSBGS
Mais notícias
CS:GO: FURIA sobe cinco posições no ranking da HLTV; Evil Geniuses assume top 1
CS:GO

CS:GO: FURIA sobe cinco posições no ranking da HLTV; Evil Geniuses assume top 1

Título da ESL Pro League S12 NA possibilitou a ascensão brasileira
Jairo Junior
CS:GO: BOOM pode ter os pontos RMR resetados; organização já planeja defesa
CS:GO

CS:GO: BOOM pode ter os pontos RMR resetados; organização já planeja defesa

Fato tem chances de acontecer pois Apoka foi punido pelo "bug do coach" em torneio RMR
Jairo Junior
CS:GO: Guerri, Apoka e mais treinadores brasileiros são punidos devido ao bug do coach
CS:GO

CS:GO: Guerri, Apoka e mais treinadores brasileiros são punidos devido ao bug do coach

No total são oito brasileiros punidos
Jairo Junior