CS:GO

CS:GO: Única jogadora da LPL, Camyy não descarta jogar em equipe mista

Atleta deixou a paiN Gaming recentemente e busca novos ares
@Foxer_JJ
Escrito por
Jairo Junior
Foto: HLTV/Reprodução
Foto: HLTV/Reprodução

Considerada uma das melhores jogadoras de Counter-Strike: Global Offensive do Brasil, Camila "cAmyy" Natale é atualmente a única jogadora na Latam Pro League. A atleta deixou a paiN Gaming feminina no início de abril e desde então está sem equipe. Com o futuro em aberto e jogando de igual para igual contra homens, ela contou ao Versus que não descarta participar de um time misto: "Seria uma oportunidade interessante a qualquer momento".

Leia mais:

Apesar de manter as portas abertas para diferentes oportunidades, cAmyy revela que procura "não pensar muito nestas coisas por enquanto". O foco agora é outro: "Quero aprimorar meu jogo como um todo, principalmente o meu individual".

Para isso, a LPL virou praticamente a segunda casa da pro player. Transmitindo via Facebook diariamente, cAmyy disputa partidas com alguns dos melhores do Brasil. Atualmente, a liga tem como membros atletas da paiN masculina, DETONA, Black Dragons, W7M - ex-Imperial - e outras potências nacionais.

"Na LPL os jogos costumam ser mais complexos, já que tem muita seriedade por parte dos players", conta cAmyy. "É uma dificuldade acima do normal e [isso] nos ajuda a aprender coisas novas e a saber lidar melhor com situações chave em rounds. Além disso, é uma boa oportunidade para mostrar que existem mulheres do mesmo nível dos homens e que elas podem jogar em alto nível também".

"Quando recebi o invite para a liga, fiquei muito feliz. Mostra que tenho capacidade e que estou fazendo um trabalho bacana. Além disso, me sinto respeitada jogando com players de alto nível do Brasil."

Com 28 anos, Camila possui experiência de sobra. Ela já passou por algumas das maiores organizações do Brasil e uma internacional. Entre elas: paiN, INTZ, Vivo Keyd, Innova e OpTic Gaming. Em seu currículo, ela tem diversos títulos nacionais femininos, desde Liga Feminina Gamers Club até Brasil Game Cup e Game XP. Além de suas sete participações fora do país, ela também esteve na melhor campanha feminina internacional do CS:GO, com o 4º lugar na Intel Challenge Katowice 2018.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Jairo "Foxer" Junior é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @Foxer_JJ.

Tags Relacionadas
CS:GOpaiN GamingcAmyy
Mais notícias
CS:GO: Campeonato oferece um ano de cerveja grátis como premiação
CS:GO

CS:GO: Campeonato oferece um ano de cerveja grátis como premiação

Esta é uma premiação um tanto surpreendente...
Beatriz Coutinho
Ex-ator de Carrossel, Lucas Santos será dono de organização de esports
CS:GO

Ex-ator de Carrossel, Lucas Santos será dono de organização de esports

A Renegados começou como hobbie e agora pretende alcançar voos mais altos
Jairo Junior
CS:GO: Valve lança Modo Confiável para combater cheaters
CS:GO

CS:GO: Valve lança Modo Confiável para combater cheaters

Nova ferramente está causando problemas para alguns jogadores
Beatriz Coutinho