CS:GO

CS:GO: Técnico da Astralis explica ausência do time em campeonatos

"Algumas das nossas decisões são populares, outras não"
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
escreve para o Versus.
Zonic, primeiro da esquerda para a direita, afirma que a prioridade do time é a saúde mental | Foto: BLAST Pro Series/Reprodução
Zonic, primeiro da esquerda para a direita, afirma que a prioridade do time é a saúde mental | Foto: BLAST Pro Series/Reprodução

A Astralis já está em Londres para disputar a Esports Championship Series Season 7 (ECS S7) e o técnico da equipe, Danny "zonic" Sørensen, resolveu explicar os motivos pelos quais os fãs não viram o time em alguns dos últimos torneios de Counter-Strike: Global Offensive.

"Para mim, para nós, saúde e também saúde mental são uma parte vital do desempenho como pessoa e jogador", disse o técnico em um post no Facebook.

Leia mais:


Desde o início de 2019, a Astralis já participou de cinco torneios: iBUYPOWER Masters, IEM Katowice, BLAST Pro Series São Paulo, Miami e Madrid. Ainda assim, a torcida do time passou os últimos meses especulando sobre a equipenão ter participado de torneios como a IEM Sydney 2019 e a DreamHack Masters Dallas.

"Minha principal prioridade como técnico e líder é sempre garantir que meus jogadores estejam bem, que trabalhem em grupo cuidando uns dos outros e que eles tenham um carreira longa e saudável", explicou zonic.

O técnico da equipe, que venceu 12 torneios desde 2018, afirmou que no início de cada temporada conversa com seus jogadores para definir questões como a importância dos campeonatos, possibilidades de preparação, prestígio dos torneios, encontro com fãs, entre outras. "Para atingir essas metas é importante que eu tenha certeza de que meus jogadores tenham uma vida saudável e balanceada, o que inclui a vida social deles paralelamente ao CS:GO".

Zonic, técnico da Astralis | Foto: HLTV/Reprodução
Zonic, técnico da Astralis | Foto: HLTV/Reprodução

Zonic mencionou que parte dos fãs ficou brava e questionou o motivo pelos quais o time não estava participando de todos os torneios e explicou que, para a equipe, alguns campeonatos simplesmente são mais importantes que outros.

"Rejeitamos o convite para participar da BLAST Pro Series Los Angeles porque vemos a ESL One Cologne como um torneio de mais prestígio e sentimos que não estaríamos preparados se não pulássemos alguns torneios até este, já que ele é nossa prioridade nesta temporada. Também decidimos não disputar a DreamHack Masters Dallas porque podemos ser campeões da ECS e da ESL Pro League novamente e queremos dar nosso melhor para defender estes títulos."

Além disso, o treinador explicou mais sobre como o esquema de viagens do time é pensado e que os fãs não devem julgar os pro players quando eles viajam de férias para destinos distantes.

"Me lembro de que as pessoas reclamaram sobre a viagem do Nicolai "dev1ce" Reedtz para Dubai. [...] Há uma grande diferença entre isso e viajar para longe a trabalho em um ambiente estressante jogando pela Astralis quando exijo nada menos do que 100% de dedicação e o melhor de nossos jogadores", explicou Zonic.

Astralis comemorando | Foto: BLAST Pro Series/Reprodução
Astralis comemorando | Foto: BLAST Pro Series/Reprodução

"Com exceção de Sydney, é quase sempre possível (acreditem ou não) para nós disputar torneios em lugares distantes, assim como já fizemos várias vezes no passado. Porém, depois de nossa experiência com dev1ce precisando de uma pausa em 2017, o que fez com que passássemos por um período difícil no time, eu jamais comprometerei a saúde dos meus jogadores e não me importo se isso nos fizer perder o 1º lugar do ranking da HLTV. Já dissemos isso no início do ano: nossa missão não é estar em rankings globais, mas sim fazer tudo o que pudermos para vencer os torneios certos e grandes", esclareceu o técnico.

Para finalizar o discurso, Zonic garantiu que a Astralis dará seu melhor para vencer a ECS em Londres, Inglaterra, a Season 9 da ESL Pro League em Montpellier, na França, e a ESL One Cologne, na Alemanha. Além disso, o treinador parabenizou a Liquid por ter assumido o topo do ranking da HLTV.

"Essa conquista é merecida e vê-los implementando algumas das mesmas ideias que nos trouxe sucesso também é uma prova de que nosso método funciona. Somos todos diferentes, mas estamos todos aqui porque amamos o jogo, queremos nos desenvolver como pessoas e times e queremos vencer. Vamos continuar com o ótimo trabalho que estamos fazendo e lembrem-se de cuidar uns dos outros", finalizou Zonic.

A ECS S7 acontece entre 6 e 9 de junho com outras sete equipes na disputa, além da Astralis: North, Team Vitality, Ninjas in Pyjamas, CompLexity, NRG e os brasileiros da MIBR e FURIA.

Quer jogar CS:GO como os pro players? Assista ao vídeo acima com dicas da jogadora profissional da paiN Gaming Pamela "Pan" Shibuya.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Bia Coutinho é redatora do Versus. Siga-a no Twitter em @biaacoutinhoo.

Tags Relacionadas
CS:GO
Mais notícias
CS:GO: Skullz retorna à equipe titular da W7M Gaming
CS:GO

CS:GO: Skullz retorna à equipe titular da W7M Gaming

Jogador que foi emprestado a Luminosity retornou ao time de origem após o fim da line-up brasileira nos Estados Unidos
Matheus Oliveira
CS:GO: Lowkey Esports Brazil anuncia nova equipe com Spydaemon, demo e mais
CS:GO

CS:GO: Lowkey Esports Brazil anuncia nova equipe com Spydaemon, demo e mais

Line-up estava procurando uma nova organização há meses
Matheus Oliveira
"Está em pauta", diz Gerente de Marketing da Intel sobre IEM no Brasil
CS:GO

"Está em pauta", diz Gerente de Marketing da Intel sobre IEM no Brasil

Campeonato de nível mundial pode pintar no Brasil assim como a Intel Challenge feminina
Matheus Oliveira