CS:GO

CS:GO: Team Liquid vence MIBR e disputa final da ESL Pro League contra Astralis

O time norte-americano dominou o brasileiro!
@Foxer_JJ
Escrito por
Jairo Junior
Foto: ESL/Reprodução
Foto: ESL/Reprodução

O MIBR está eliminado da ESL Pro League Season 8, enquanto o Team Liquid está na grande final da competição. As duas equipes se enfrentaram neste sábado (8) pela semifinal e o time norte-americano saiu vencedor em um dominante 2 a 0.

Leia mais:

O Confronto

Cache foi o primeiro mapa da série. Imagem: HLTV
Cache foi o primeiro mapa da série. Imagem: HLTV

O mapa que iniciou o duelo entre MIBR e Liquid foi a Cache. Por lá, ainda na primeira etapa, o TL deu uma verdadeira aula de como se jogar de Contra-Terrorista e emplacou 13 a 2 sem grandes dificuldades. O MIBR parecia perdido nas suas entradas, enquanto o Team Liquid conquistava o primeiro abate em praticamente todas as rodadas e trabalhava extremamente bem na vantagem.

No segundo tempo os lados mudaram, mas a história foi a mesma. TACO foi muito bem no pistol e NAF nos armados, para finalizar o primeiro mapa em um incrível 16 a 2.

Overpass foi o segundo mapa da série. Imagem: HLTV
Overpass foi o segundo mapa da série. Imagem: HLTV

Em uma espécie de Déjà vu, novamente o público acompanhou a locomotiva Liquid atropelando a apática MIBR. NAF fazia uma exibição magnífica e a defesa dos norte-americanos se equiparava a uma muralha. Os brasileiros por sua vez, tentavam mudar seu estilo, o bombsite a ser atacado, mas nada parecia dar certo. O poder de posicionamento e de troca de kills da Liquid se mostrou superior a ponto de render mais uma grande vantagem na série, desta vez de 12 a 3.

De CT, o MIBR mostrou um pequeno lampejo de que podia tentar uma reviravolta. Foram quatro pontos em sequência, até NAF dar continuidade ao seu ótimo momento e desequilibrar todas as rodadas - tanto abrindo os bombs quanto vencendo clutchs. No final de jogo, um rush bem lento na A concluiu a história que já vinha sendo escrita e fechou a conta em 16 a 8.

Escalações e estatísticas da série. Imagem: HLTV
Escalações e estatísticas da série. Imagem: HLTV

O que vem pela frente

Para o MIBR, a ESL Pro League acaba por aqui. A equipe se manteve invicta durante a fase de grupos, mas não conseguiu repetir suas mesmas boas exibições nos playoffs. Ainda assim, o ano não acabou para eles: entre os dias 14 e 15, o Made in Brazil disputa a BLAST Pro Series Lisboa - seu último torneio do ano. Apenas fer não poderá comparecer, pois terá que passar por uma cirurgia. No seu lugar, jogará Braxton "swag" Pierce.

O Liquid por outro lado, só pensa na grande final da própria Pro League. Seu próximo adversário é ninguém menos do que o Astralis - melhor time do mundo e equipe da casa -, às 13h deste domingo (9). O caminho não é fácil, mas o TL tem um "algo a mais" para lhes motivar: caso vençam os dinamarqueses, além da premiação, eles também faturam um grande bonus em dinheiro. Isso porque falta apenas um título para o Astralis conquistar o Intel Grand Slam e levar US$ 1 milhão e segundo as regras da ESL, se alguém conseguir impedir que isso aconteça, recebe um bonus de US$ 100 mil.

Para saber mais sobre a competição, confira o guia do Versus. Já para assistir ao vivo, visite o Facebook da ESL Brasil em:

Jairo "Foxer" Junior é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @Foxer_JJ.

Tags Relacionadas
CS:GOFPS
Mais notícias
CS:GO: Com Matheus Ueta, Vivo Keyd Academy é campeã da Liga Aberta de julho da GC
CS:GO

CS:GO: Com Matheus Ueta, Vivo Keyd Academy é campeã da Liga Aberta de julho da GC

Equipe venceu a Fiver5 por 2 a 0
Beatriz Coutinho
CS:GO: Furia, Team oNe e Yeah começam no mesmo grupo da DreamHack Open
CS:GO

CS:GO: Furia, Team oNe e Yeah começam no mesmo grupo da DreamHack Open

Todas as equipes brasileiras foram colocadas no Grupo B
Matheus Oliveira
Gustagol é o novo sócio do Soberano Team
CS:GO

Gustagol é o novo sócio do Soberano Team

Novidade viabiliza a entrada da organização em outras modalidades além de CS:GO
Matheus de Lucca