CS:GO

CS:GO: Sharks perde para Na'Vi e acaba eliminada das finais da ESL Pro League S8

Este é o segundo time brasileiro eliminado do torneio
@foxer_jj
Jairo Junior
escreve para o Versus.
Foto: HLTV/Reprodução
Foto: HLTV/Reprodução

A Sharks Esports lutou até o fim, mas se despediu das finais da ESL Pro League Season 8 nesta quinta-feira (6). A equipe chegou para o terceiro dia de competição com moral após eliminar a North, mas não resistiu ao poder do seu novo adversário, a Natus Vincere. A disputa aconteceu em uma melhor de três e terminou em 2 a 0 para o time ucraniano.

Leia mais:

O Confronto

Nuke foi o primeiro mapa do confronto. Imagem: Valve
Nuke foi o primeiro mapa do confronto. Imagem: Valve

O começo da Nuke foi caótico para a Sharks. A equipe brasileira se mostrou um tanto quanto ansiosa e não conseguiu se defender das investidas do Natus Vincere. O fato dos brasileiros sempre iniciarem as rodadas sofrendo o primeiro abate também tornou tudo ainda mais complicado. Quando Oleksandr "s1mple" Kostyliev e companhia já emplacavam 7 a 3, os Tubarões finalmente acordaram. O setup defensivo mudou da água para o vinho e por pouco os jogadores não aplicaram uma virada. Placar parcial: 8 a 7 para o Na'Vi.

Na segunda etapa a Sharks não se intimidou e até conseguiu fazer boas entradas. Porém, eles não contavam com Denis "electronic" Sharipov que desequilibrou completamente o jogo. Sempre que algo dava errado para a sua equipe, lá estava o russo para consertar tudo e brilhar individualmente. Assim, round a round os brasileiros foram sucumbindo, até o final da partida que marcou 16 a 9 no placar.

Dust 2 foi o segundo mapa do confronto. Imagem: Valve
Dust 2 foi o segundo mapa do confronto. Imagem: Valve

A Dust 2 foi pick do Natus Vincere, que logo de cara mostrou o porquê de ter escolhido este mapa. No lado de Terrorista, o mix de ucranianos e russos dominou por completo os brasileiros e não deu qualquer chance de reação. A Sharks tentava mudar sua postura diversas vezes, mas nada parecia funcionar. O Na'Vi que não tinha nada a ver com isso, se aproveitou e cravou a incrível vantagem de 14 a 1, com direito a 5 AWP's na última rodada.

Tentando mudar o destino da partida, a Sharks venceu o pistol e o anti-eco do segundo tempo, mas foi freada no primeiro armado adversário e acabou derrotada por 16 a 3.

Escalações e estatísticas da série. Imagem: HLTV
Escalações e estatísticas da série. Imagem: HLTV

O que vem pela frente

Para tristeza da torcida brasileira, a derrota da Sharks neste confronto significou a eliminação do campeonato. Eles mostraram grande potencial, mas claramente faltou experiência em torneios desta magnitude. O time finaliza sua campanha no 9º/12º lugar e leva para casa US$ 22 mil. Para conferir mais informações sobre as finais da ESL Pro League, visite o guia do Versus.

Apesar da segunda equipe do Brasil dar adeus a competição, a MIBR segue viva e invicta, na luta pelo primeiro lugar do Grupo B. Ainda hoje eles enfrentam a mousesports, valendo classificação para as semifinais da ESL Pro League. O jogo está marcado para acontecer às 16h40 (horário de Brasília). Assista ao vivo em:

Jairo "Foxer" Junior é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @Foxer_JJ.

Tags Relacionadas
CS:GOFPS
Mais notícias
Guia DreamHack Open Atlanta 2019 de CS:GO: Times, transmissão, agenda e mais
CS:GO

Guia DreamHack Open Atlanta 2019 de CS:GO: Times, transmissão, agenda e mais

Saiba quando a INTZ joga
Jairo Junior
CS:GO: BLAST Pro Series Global Final 2019 tem calendário revelado
CS:GO

CS:GO: BLAST Pro Series Global Final 2019 tem calendário revelado

O campeonato terá a FaZe Clan de coldzera, Team Liquid, Astralis e Ninjas in Pyjamas
Jairo Junior
CS:GO: Latto e Nython xingam oponentes de "macacas", "fracassado", e são advertidos
CS:GO

CS:GO: Latto e Nython xingam oponentes de "macacas", "fracassado", e são advertidos

Jogadores seguem jogando pela equipe normalmente
Jairo Junior