CS:GO

CS:GO: Quem está mais preparado para a ESL One Belo Horizonte, SK ou NTC?

Qual equipe vai reinar na terra do pão de queijo?
@felipe.cardoso
Felipe Cardoso
escreve para o Versus.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A ESL One Belo Horizonte de Counter-Strike: Global Offensive ocorre entre os dias 13 e 17 de junho no Mineirinho, com US$ 200 mil em premiação. O torneio internacional contará com oito grandes times, dois quais duas equipes são brasileiras: SK Gaming e Não Tem Como. Faltam poucas semanas para o início do evento, mas qual time nacional vive uma melhor fase para conquistar um bom resultado na competição?

Leia mais:

SK Gaming

É notável que o time de Gabriel “FalleN” Toledo não vive a sua melhor fase. A SK Gaming - ou futura MiBR - já dominou o ranking do CS:GO por 58 semanas seguidas e, atualmente, encontra-se apenas na 7ª colocação.

Nos últimos três meses, o aproveitamento da SK em torneios competitivos foi de apenas 58,6%, o que é abaixo da média se comparado às melhores equipes do mundo, como a Astralis, que soma 77,2% de vitórias neste mesmo período de tempo.

O conjunto brasileiro passou por uma fase de adaptação, tendo que reajustar sua comunicação com a entrada do norte-americano Jake “Stewie2k” Yip no elenco. Esta mudança pode ter prejudicado o desempenho da SK em campeonatos presenciais, nos quais o conjunto venceu somente 18 partidas de 33 disputadas.

Após a sequência de fracassos nos torneios da DreamHack Masters Marseille, IEM Sydney, ECS Season 5 e ESL Pro League Season 7 Finals, a SK conquistou o título da Adrenaline Cyber League. Entretanto, o recente triunfo aconteceu em um campeonato sem a participação de equipes de primeiro escalão, como FaZe Clan e mousesports.

Aproveitamento dos mapas da SK Gaming nos últimos três meses. Foto: HLTV/Reprodução
Aproveitamento dos mapas da SK Gaming nos últimos três meses. Foto: HLTV/Reprodução

Em geral, o principal defeito da SK não se encontra no desempenho individual do conjunto, e sim na qualidade atual da map pool. O grupo brasileiro só jogou duas vezes na Dust2, mas mostrou ter potencial no mapa.

A outra opção positiva da line-up é o mapa da Inferno, onde foram disputadas 12 partidas e os brasileiros venceram 9. Todavia, os demais mapas não apresentam uma taxa de vitórias maior que 60%, o que mostra um sério problema para a SK quando falamos sobre confrontos no formato melhor de três em torneios de altíssimo nível.

A SK Gaming é atualmente composta por:

  • Gabriel "FalleN" Toledo
  • Marcelo "coldzera" David
  • Fernando "fer" Alvarenga
  • Ricardo "boltz" Prass
  • Jake "Stewie2K" Yip


Não Tem Como

Quando se trata da NTC - conjunto propenso a se tornar SK Gaming - é difícil fazer uma análise precisa do momento do time, pelo fato dele atuar no cenário brasileiro e não conter participações em competições internacionais.

De uma forma geral, a NTC segue em um ótimo nível e, nos últimos três meses, venceu 27 mapas de 37 disputados, totalizando um aproveitamento de 73%.

O map pool da NTC, diferente da SK, apresenta uma certa estabilidade na line-up brasileira. Com domínio na Dust2, Mirage, Cobblestone, Overpass, Inferno e Train, Lincoln “fnx” Lau e companhia podem surpreender na ESL One Belo Horizonte.

Aproveitamento dos mapas, Não Tem Como. Foto: Reprodução/HLTV
Aproveitamento dos mapas, Não Tem Como. Foto: Reprodução/HLTV

Mesmo com a falta de experiência internacional da NTC em conjunto, a line-up conta com campeões mundiais em seu elenco e todos seus jogadores já atuaram fora do país.

A NTC apresenta os seguintes jogadores:

  • Lincoln "fnx" Lau
  • Bruno "bit" Lima
  • João "felps" Vascocellos
  • Vito "kNgV" Giuseppe
  • Marcelo "chelo" Cespedes


FaZe Clan, Team Liquid, mousesports, Space Soldiers, BIG e Torqued serão os adversários das equipes brasileiras no campeonato.

A competição de Belo Horizonte será um desafio para ambos os participantes nacionais. A SK ainda está passando por mudanças e precisa se reencontrar para voltar ao topo; enquanto que a NTC, depois de muitos problemas com seus integrantes, finalmente terá a chance de se provar uma equipe de primeiro escalão.

Independente da situação de ambos os participantes, os brasileiros sempre se mostraram fortes no FPS. Para quem vai sua torcida na ESL One Belo Horizonte?



Felipe Cardoso é analista do Versus. Siga-o no Twitter em @felpyyy.

Tags Relacionadas
CS:GO
Mais notícias
CS:GO: Caike irá jogar nos EUA pela equipe New England Whalers
CS:GO

CS:GO: Caike irá jogar nos EUA pela equipe New England Whalers

Jogador teve passagem por G3X, Team One, Virtue e outras grandes organizações
Jairo Junior
CS:GO: Com apenas 17 anos, Lucaozy é o novo jogador da DETONA Gaming
CS:GO

CS:GO: Com apenas 17 anos, Lucaozy é o novo jogador da DETONA Gaming

Jogador ocupará a vaga de Hardzao
Jairo Junior
CS:GO: INTZ perde para Lazarus e é eliminada do pré-Relegation da ESL Pro League
CS:GO

CS:GO: INTZ perde para Lazarus e é eliminada do pré-Relegation da ESL Pro League

Os brasileiros ainda terão mais uma chance no Relegation
Jairo Junior