CS:GO

CS:GO: Promessa de 14 anos, bokor concilia adolescência e tarefas de pro player

Conheça mais sobre a história da jogadora
@foxer_jj
Jairo Junior
escreve para o Versus.
Foto: Elaine Takahashi/Reprodução
Foto: Elaine Takahashi/Reprodução

O cenário profissional de esports é formado por jovens, em sua maioria. No entanto, é notável o surgimento de promessas com cada vez menos idade e mais talento. Muitas delas inclusive, já estão sendo contratadas por grandes organizações, mesmo tão novas. Na última semana falamos de Bruno "latto" Rebelatto, que com 16 anos subiu para a LATAM Pro League e já joga em alto nível. Hoje, falaremos de uma estrela de apenas 14 anos: Gabriela "bokor" Bokor, atleta da Team oNe que integra a equipe feminina de Counter-Strike: Global Offensive - considerada uma das melhores do país.

Leia mais:


Nascida em outubro de 2004 em São Paulo, Gabriela encontrou sua paixão nos games ainda muito cedo. Desde os cinco anos ela já mostrava interesse por jogos eletrônicos de diversos tipos e em plataformas diferentes. Naquela época, o gênero FPS ainda não tinha entrado em sua vida.

Foi em 2017 que ela conheceu CS:GO, apresentado por um amigo. Em entrevista exclusiva ao Versus, bokor revela que foi amor à primeira vista: "Quando comecei a jogar CS, acabei largando todos os outros jogos, pois me apaixonei por ele".

Em pouco tempo bokor passou a formar fakes para disputar campeonatos: "Conforme fui jogando, vi que competir é uma grande paixão", conta. "Desde então tenho colocado 100% dos meus esforços em me tornar uma jogadora melhor".

Como atleta da Team One, bokor procura equilibrar seu tempo para poder lidar com todos os compromissos. Seu dia a dia se resume à escola, treinamento e transmissões. O estudo de manhã, as streams pela tarde e o treino durante a noite, de domingo a quinta-feira. Quando tem alguma prova por perto, ela ainda reserva de três a quatro horas na semana para estudar em casa e mais uma para lição de casa.

1/2
Foto: Team One/Reprodução
Foto: Team One/Reprodução
Foto: Team One/Reprodução
Foto: Team One/Reprodução

Apesar da grande quantidade de compromissos para uma garota de 14 anos, ela leva tudo com naturalidade e separa bem seu sonho das suas tarefas: "O colégio não pode deixar de ser uma prioridade para mim. Amo o CS:GO, mas tenho consciência de que preciso continuar bem na escola".

"Pretendo seguir a carreira de jogadora e atualmente tenho sonho de me classificar juntamente do meu time para Liga Pro [Gamers Club] e para torneios internacionais. E claro, ganhá-los. Porém, se algo falhar no meio do caminho, quero me estabelecer como streamer. Não pretendo largar o jogo de forma alguma, pois ele me faz muito bem!"

No meio de tantos objetivos a serem alcançados e muita determinação para atingir cada um deles, bokor revela que se inspira principalmente em duas frentes: toda a equipe da FURIA, incluindo o treinador, e também todas as jogadoras da cena feminina, "que batalham ou já batalharam para termos tudo que conseguimos hoje".

Bokor torcendo para FURIA durante DreamHack Open Rio. Foto: DreamHack/Reprodução
Bokor torcendo para FURIA durante DreamHack Open Rio. Foto: DreamHack/Reprodução

Quanto à sua idade... bem, não passa de um mero detalhe em sua vida: "Não costumo sentir pressão e nem sinto que a idade me atrapalhe de alguma forma. A Team oNe é uma organização incrível e eles nos dão todo o apoio que precisamos para poder crescer. Algumas pessoas até me subestimam por ser nova, mas o que importa é que meu time acredita em mim, e se eles acreditam, eu também tenho que acreditar!".

Para continuar acompanhando a trajetória da promessa de apenas 14 anos, acompanhe suas live streams e também a Team oNe Feminina. Atualmente elas estão disputando a Liga Feminina Gamers Club e também a White Rabbit da BBL.



Jairo "Foxer" Junior é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @Foxer_JJ.

Tags Relacionadas
CS:GOTeam One
Mais notícias
CS:GO: Latto e Nython xingam oponentes de "macacas", "fracassado", e são advertidos
CS:GO

CS:GO: Latto e Nython xingam oponentes de "macacas", "fracassado", e são advertidos

Jogadores seguem jogando pela equipe normalmente
Matheus Oliveira
CS:GO: Com MIBR e Sharks, grupos e calendário da ECS Season 8 são revelados
CS:GO

CS:GO: Com MIBR e Sharks, grupos e calendário da ECS Season 8 são revelados

Brasileiros ficaram no mesmo grupo
Matheus Oliveira
CS:GO: Brutt é anunciado pela Imperial
CS:GO

CS:GO: Brutt é anunciado pela Imperial

Jogador deixou a Team Reapers recentemente
Matheus Oliveira