Pro player se recusou a deixar a FaZe Clan

A MiBR tinha outras cartas na manga além de Tarik "Tarik" Celik para subtstituir Ricardo “boltz” Prass. Nesta quarta-feira (8), Janko "YNk" Paunović, novo treinador da equipe de CS:GO, revelou que Nikola "NiKo" Kovač, da FaZe Clan, era uma das opções para a substituição no time. A contratação não aconteceu porque o pro player não demonstrou interesse em sair do time europeu.

Leia mais sobre CS:GO:

Em entrevista ao HLTV, YNk revelou que conversou com Tomi "lurppis" Kovanen - gerente geral da Immortals, proprietária da tag MiBR - sobre o pro player assumir a função de boltz: “Ele [Tomi] falou comigo e disse que estavam pensando em NiKo para substituir boltz, mas ele não tinha intenção de deixar a FaZe”.

Ao site de CS:GO, o treinador sérvio também revelou que, além dos motivos que apresentou para ter recusado a primeira proposta da MiBR, algo que também influenciou sua escolha na época foi a opção de comandar a FaZe, que lhe foi oferecida.

"Por fim, decidi conversar com as duas equipes em Atlanta [durante a ELeague Premiere] e tomar minha decisão. Foi fácil depois que conversei com os caras do MIBR na sala de treinamento, logo depois que eles foram eliminados. Eu realmente gostei da atitude deles em relação ao futuro e eles mostraram compromisso em trabalhar duro para voltar a ganhar títulos."

YNk comandará a equipe de Marcelo "coldzera" David a partir da semana que vem, na segunda-feira (13), durante um bootcamp no centro de treinamento da Movistsar Raiders - organização espanhola de eSports.



Siouxsie Rigueiras é jornalista no Versus, siga-a no Twitter.

Tags Relacionadas
CS:GO