CS:GO

CS:GO: Na'Vi derrota NiP e é campeã da BLAST Pro Series Copenhagen

Equipe leva para casa a premiação de US$ 125 mil referente ao primeiro lugar
@helenavnogueira
Escrito por
Helena Nogueira
Foto: HLTV/Reprodução
Foto: HLTV/Reprodução

A Natus Vincere (Na'Vi) é a grande campeã da BLAST Pro Series Copenhagen 2018. Neste sábado (3), a equipe europeia derrotou a Ninjas in Pyjamas (NiP) por 2 a 0 na grande final, levado para casa a premiação de US$ 125 mil referente a primeira colocação.

Leia mais sobre CS:GO:

A Na'Vi venceu em Mirage, por 16 a 10, liderando e mantendo vantagem mesmo com a pressão da NiP. Em Inferno, o campeonato foi confirmado por 16 a 12. Com a segunda colocação, os suecos ficaram com o prêmio de US$ 50 mil.

A MiBR disputou o campeonato, mas foi eliminada mais cedo neste sábado (3) após ser derrotada pelas Ninjas in Pyjamas e acumular três derrotas na fase de grupos. Por isto, a equipe terminou na última colocação.

A BLAST Pro Series teve início nesta sexta (2) e foi uma das últimas grandes competições de CS:GO do ano. A competição contou com seis participantes, sendo eles MIBR, Astralis, FaZe Clan, Natus Vincere, Ninjas in Pyjamas e Cloud9, e premiou o total de US$ 230 mil. Saiba mais sobre a BLAST Pro Series Copenhagen em nosso guia.

Helena Nogueira é repórter no Versus. Siga-a em @helenavnogueira.

Tags Relacionadas
CS:GO
Mais notícias
CS:GO: FURIA sobe cinco posições no ranking da HLTV; Evil Geniuses assume top 1
CS:GO

CS:GO: FURIA sobe cinco posições no ranking da HLTV; Evil Geniuses assume top 1

Título da ESL Pro League S12 NA possibilitou a ascensão brasileira
Jairo Junior
CS:GO: BOOM pode ter os pontos RMR resetados; organização já planeja defesa
CS:GO

CS:GO: BOOM pode ter os pontos RMR resetados; organização já planeja defesa

Fato tem chances de acontecer pois Apoka foi punido pelo "bug do coach" em torneio RMR
Jairo Junior
CS:GO: Guerri, Apoka e mais treinadores brasileiros são punidos devido ao bug do coach
CS:GO

CS:GO: Guerri, Apoka e mais treinadores brasileiros são punidos devido ao bug do coach

No total são oito brasileiros punidos
Jairo Junior