CS:GO

CS:GO: "Não tenho mais dúvida nenhuma, sei o quão bom eu sou", diz TACO

O jogador relembra seu passado e trajetória pelo competitivo do game
@foxer_jj
Jairo Junior
escreve para o Versus.
Foto: HLTV/Reprodução
Foto: HLTV/Reprodução

Epitácio "TACO" de Melo é uma das mais novas contratações da MIBR e fez a sua estreia pela organização durante o IEM Katowice Major 2019. O brasileiro tem uma história recheada de conquistas e passou por grandes organizações como Luminosity Gaming e SK Gaming - quando as equipes estavam no topo do ranking mundial - e também a Team Liquid, que ele ajudou a chegar a um novo patamar. No entanto, nem sempre tudo foi perfeito assim.

Leia mais:


Na SKG, TACO estava incontestavelmente no seu auge: "[Naquela época] eu estava em um nível absurdo e contribuí muito para a equipe, por mais que as pessoas não reconhecessem tanto esse fato. Ganhamos dois Majors e mandamos muito bem nos campeonatos", lembra o jogador em entrevista exclusiva ao Versus.

O que ele não esperava é que a melhor fase da sua história como atleta naquele momento estava prestes a acabar: "Em 2017 comecei a decair um pouco. Já não estava mais tão bem como antes. Ainda [estava] na SK, mas um pouco sem motivação. Eu realmente não estava feliz".

O pro player explica que "no começo, quando você ainda não conquistou muita coisa, você ainda tem aquela fome de vencer, e quando você tá ganhando fica tudo certo - qualquer problema vira solução e a gente resolve tudo. Mas quando começa a perder o menor problema possível passa a ser um estresse e isso bagunça a cabeça. Vem crítica externa, encheção de saco e muita pressão". Todos estes problemas afetaram até mesmo seu jeito de ser: "Nos meus últimos meses de SK eu estava extremamente de mal com a vida, por isso resolvi mudar".

Foto: ESL/Reprodução
Foto: ESL/Reprodução

Foi neste momento que o brasileiro aceitou um desafio muito diferente de todos que tinha experimentado antes: jogar na Team Liquid, com uma line-up internacional formada por outros quatro jogadores norte-americanos.

TACO admite que neste período "chegou cheio de dúvidas na cabeça" e ficava constantemente se perguntando: "Será que sou bom mesmo?", "será que eu faço diferença no time?", "quem será que eu sou nesse jogo?" "Será que eu sou bom como falam?", "Será que eu sou ruim como falam?".

Porém, apesar do psicológico abalado e da grande insegurança, o brasileiro não se permitiu desistir. Ao lado das incertezas, ele impôs um desafio para si: "Vou provar para todo mundo e, mais importante, para mim mesmo, que sou capaz".

Com muito trabalho duro e dedicação, o único brazuca se tornou aos poucos um dos destaques do time internacional: "Finalmente respondi às minhas próprias perguntas e as respostas foram bem positivas. Além disso, recuperei toda a motivação para vencer que eu tinha lá em 2016. A entrada na Liquid foi bem positiva na minha carreira", concluiu.

Quando entrou no time, a TL estava em 9º lugar no ranking da HLTV. Já na saída de TACO, os norte-americanos ocupavam a 2º posição. O brasileiro realmente conseguiu levantar a equipe, assim como a equipe também o levantou.

Foto: HLTV/Reprodução
Foto: HLTV/Reprodução

Hoje, as dúvidas de TACO ficaram no passado e seus pensamentos se transformaram na esperança de um futuro cada vez melhor. O atleta se tornou um grande protagonista de mais uma bela história de superação no esporte eletrônico e já mostra mais maturidade e confiança:

"O Taco da MIBR não tem mais dúvida nenhuma. Sei o quão bom eu sou, estou ao lado dos meus parceiros e estou representando meu país. Vou dar tudo e mais um pouco para ter ainda mais sucesso e ter ainda mais conquistas. Espero que meu plano dê certo".

A estreia da MIBR na BLAST Pro Series São Paulo acontece nesta sexta-feira (22), às 19h, contra a ENCE. Acompanhe ao vivo pelo site da SporTV ou pela transmissão de Alexandre "GauleS" Borba, na Twitch.

Já para saber tudo sobre o campeonato, acompanhe a cobertura e o guia do Versus.



Barbara Gutierrez é editora-chefe e Jairo "Foxer" Junior é redator do Versus. Siga-os no Twitter em @bahgutierrez e @Foxer_JJ.

Mais notícias
CS:GO: Caike irá jogar nos EUA pela equipe New England Whalers
CS:GO

CS:GO: Caike irá jogar nos EUA pela equipe New England Whalers

Jogador teve passagem por G3X, Team One, Virtue e outras grandes organizações
Jairo Junior
CS:GO: Com apenas 17 anos, Lucaozy é o novo jogador da DETONA Gaming
CS:GO

CS:GO: Com apenas 17 anos, Lucaozy é o novo jogador da DETONA Gaming

Jogador ocupará a vaga de Hardzao
Jairo Junior
CS:GO: INTZ perde para Lazarus e é eliminada do pré-Relegation da ESL Pro League
CS:GO

CS:GO: INTZ perde para Lazarus e é eliminada do pré-Relegation da ESL Pro League

Os brasileiros ainda terão mais uma chance no Relegation
Jairo Junior