Qual será o destino do jogador?

O jogador de Counter-Strike: Global Offensive Ricardo "boltz" Prass não faz mais parte do MIBR. O jogador estava no banco de reservas da equipe há quase cinco meses e nesta sexta-feira (30) finalmente se despediu da organização. Agora, sem nenhum contrato em vigor, o atleta está livre para assinar com um novo time.

Leia mais:

Na despedida do atleta, o Gerente de CS:GO do clube, Tomi Kovanen, disse o seguinte: “Nós queremos agradecer do fundo do coração ao boltz pela sua longa representação das cores da Immortals e nos ajudar a relançar a icônica marca MIBR no Verão passado. A MIBR e a Immortals desejam tudo de melhor para o futuro da sua carreira.”

Há mais de dois anos nos clubes de Noah Whinston, boltz se tornou um dos homens de confiança do jovem empresário. Na Immortals, ele chegou a conquistar a DreamHack Open Summer 2016 e também o segundo lugar no Major de Cracóvia. Após isso, ele foi campeão do EPICENTER 2017, da BLAST Pro Series Copenhagen 2017 e das finais da ESL Pro League Season 6 - tudo com a camisa da SK Gaming, mas sob contrato com os Imortais. 

Na MIBR, ele levantou taça da Adrenaline Cyber League e da Moche XL Esports, antes de ir para reserva. Na época, seus ex-companheiros de equipe optaram por adicionar o primeiro norte-americano na line-up: Jake "stewie2K" Yip.

A saída de boltz chegou a ser até comemorada por parte da comunidade brasileira. Isso porque o talento brasileiro finalmente poderá dar continuidade na sua carreira, como titular em outra equipe. Observando os comentários no Twitter da MIBR, a torcida é grande para que ele se junte a Luminosity Gaming.



Jairo "Foxer" Junior é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @Foxer_JJ.  

Tags Relacionadas
CS:GOFPS