CS:GO

CS:GO: MIBR perde para Renegades mas continua viva na Starseries i-League S7

Brasileiros estão com uma vitória e uma derrota no campeonato
@foxer_jj
Jairo Junior
escreve para o Versus.
Foto: HLTV/Reprodução
Foto: HLTV/Reprodução

A MIBR acaba de conhecer sua primeira derrota na StarSeries i-League Season 7 de Counter-Strike: Global Offensive. A equipe enfrentou a Renegades e perdeu por 2 a 1, na série melhor de três. Com este resultado, os brasileiros mantém uma campanha neutra de uma vitória e uma derrota. Lembrando que eles precisam vencer três confrontos para se classificar e não podem perder três, pois serão eliminados.

Leia mais:


As escalações

MIBR

Gabriel "FalleN" Toledo

Fernando "fer" Alvarenga

Marcelo "coldzera" David

Epitacio "TACO" de Melo

Joao "felps" Vasconcellos

Wilton "zews" Prado (treinador)

Renegades

Aaron "AZR" Ward

Justin "jks" Savag

Joakim "jkaem" Myrbostade

Jay "liazz" Tregillgas

Sean "Gratisfaction" Kaiwai

Aleksandar "kassad" Trifunović (treinador)

O confronto

Train
: Apesar de ter perdido o pistol e o anti-eco, a MIBR teve um bom começo no lado de Terrorista, chegando a vencer por 4 a 2. No entanto, após isso a Renegades soube aproveitar a vantagem do lado Contra-Terrorista e passou a dominar o jogo e os avanços do Brasil, com boas atuações da dupla jkaem e jks. Foram nove pontos seguidos até a vantagem de 11 a 4 ser conquistada pelos australianos.

Dando continuidade ao seu momento positivo na partida, a Renegades venceu o pistol com apenas uma baixa e seguiu impondo seu jogo sobre a MIBR. FalleN e companhia se mostravam apáticos e pouco resistiam. Na última rodada, Gratisfaction tornou seu clutch a cereja do bolo da iminente vitória da Austrália. Placar final: 16 a 4 para os Renegados.

Cache
: Com seu estilo de jogo característico de domínios lentos de espaços, a MIBR construiu uma larga vantagem no começo do primeiro half. Em apenas oito rodadas, o famoso 7 a 1 já era realidade. A Renegades resistiu, conseguiu fazer alguns pontos, mas o controle dos brasileiros permaneceu na vitória parcial de 10 a 5.

No segundo tempo a Made in Brazil aumentou ainda mais seu ritmo e chegou ao matchpoint sem perder nenhum round. Desta vez, era a Renegades que não esboçava nenhum tipo de reação frente ao poder de defesa e de troca de kills dos seus oponentes. Quando tudo parecia terminado, a equipe da Austrália teve seus últimos lampejos, mas logo foi freada após uma tentativa de invasão do bombsite A. Placar final: 16 a 8 para a MIBR.

Mirage: O começo do terceiro e último mapa dava a entender que o público iria acompanhar um jogo equilibrado. Porém, a Renegades mudou completamente os planos e mostrou que sabia lidar com as táticas preparadas pela MIBR. O placar, que chegou a marcar 4 a 3, tornou-se um 10 a 5 a favor de jkaem e seus parceiros.

A segunda metade foi iniciada de forma diferente, já que agora era a MIBR quem ditava as regras. A vantagem australiana chegou a ser diluída para apenas 10 a 9, quando eles retornaram com tudo e não deram qualquer chance ao Brasil. Placar final: 16 a 9.

O campeonato

A StarSeries i-League Season 7 de CS:GO acontece em Shanghai, na China e conta com 16 participantes na luta pela maior parte da premiação de US$ 500 mil. Além da MIBR, a paiN Gaming também está representando o Brasil no evento, mas até então não conseguiu nenhuma vitória.

Para saber mais sobre a competição, Confira o guia do Versus. Já para assistir ao vivo, acesse:



Jairo "Foxer" Junior é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @Foxer_JJ.

Mais notícias
CS:GO: FURIA vence CR4ZY e conquista Arctic Invitational 2019
CS:GO

CS:GO: FURIA vence CR4ZY e conquista Arctic Invitational 2019

Título brasileiro na Finlândia
Jairo Junior
CS:GO: G3X está de volta com Gaules, mch, pava, Spacca e CSR
CS:GO

CS:GO: G3X está de volta com Gaules, mch, pava, Spacca e CSR

O projeto pretende misturar alegria e seriedade com muito conteúdo
Jairo Junior
CS:GO: Avangar vence Forze e conquista título da BLAST Pro Series Moscow 2019
CS:GO

CS:GO: Avangar vence Forze e conquista título da BLAST Pro Series Moscow 2019

Após o vice do Major, a AVANGAR conquista um título importante
Jairo Junior