CS:GO

CS:GO: MIBR estreia IEM Chicago 2019 com derrota para G2

Os brasileiros voltam a jogar ainda hoje, valendo a permanência no torneio
@foxer_jj
Jairo Junior
escreve para o Versus.
Foto: MIBR/Reprodução
Foto: MIBR/Reprodução

A MIBR acaba de estrear pela Intel Extreme Masters Chicago 2019 de Counter-Strike: Global Offensive. O adversário da equipe no confronto de abertura foi a G2 Esports, em uma melhor de três. Após dois mapas disputados, os franceses fecharam a conta em 2 a 0 e mandaram os brasileiros para a lower.

Leia mais:


As escalações

MIBR

  • Gabriel "FalleN" Toledo
  • Fernando "fer" Alvarenga
  • Lucas "lucas1" Teles
  • Epitacio "TACO" de Melo
  • Wilton "zews" Prado

G2 Esports

  • Richard "shox" Papillon
  • Kenny "kennyS" Schrub
  • Lucas "Lucky" Chastang
  • Audric "JaCkz" Jug
  • François "AMANEK" Delaunay
  • Damien "maLeK" Marcel (treinador)
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O confronto

Overpass

O primeiro mapa foi escolha da MIBR, porém, quem saiu na frente foi a G2. De terrorista, a França dominou os brasileiros tanto taticamente quanto na mira e emplacou 12 a 3 ainda no primeiro tempo.

Na sequência, mesmo perdendo o pistol em um setup avançado da G2, a MIBR pregou resistência e levou a melhor no anti-eco. Com a vantagem bélica, FalleN e companhia conseguiram capitalizar mais alguns pontos, até a G2 se armar novamente e acabar de vez com a partida por 16 a 6.

Dust 2

Apesar da dura derrota, a MIBR não se abateu e foi com tudo para o segundo mapa. Começando de contra-terrorista, foi a vez deles de terem um ótimo começo, chegando a vencer por 6 a 1. No entanto, a alegria durou pouco quando a dupla shox e kennyS brilhou e garantiu a vitória parcial de 8 a 7.

No lado defensivo, a G2 se mostrou muito mais a vontade. O Brasil tentava de todas as formas, mas pouco incomodava as muralhas francesas. Desta forma, sob o comando de shox que ficou ainda mais inspirado, a G2 seguiu vencendo até o fim iminente, que teve o placar de 16 a 9.

O campeonato

A IEM Chicago 2019 de CS:GO acontece nos Estados Unidos entre 18 e 21 de julho, e conta com uma premiação de US$ 250 mil (aproximadamente R$ 934 mil na atual cotação do dólar). Oito equipes estarão na disputa do título e da maior parte da premiação. A única representante do Brasil é a própria MIBR.

Apesar da derrota neste confronto, a MIBR ainda está viva no campeonato. Eles disputam ainda hoje outra MD3, contra o perdedor de Team Liquid, às 20h. A partir deste duelo, qualquer outro resultado que não seja a vitória significa na eliminação precoce do time da competição.

Para saber mais sobre esta IEM, confira o guia do Versus com todas as informações pertinentes do evento. Já para assistir ao vivo, acesse as transmissões brasileiras em:

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Jairo "Foxer" Junior é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @Foxer_JJ.

Mais notícias
"Está em pauta", diz Gerente de Marketing da Intel sobre IEM no Brasil
CS:GO

"Está em pauta", diz Gerente de Marketing da Intel sobre IEM no Brasil

Campeonato de nível mundial pode pintar no Brasil assim como a Intel Challenge feminina
Matheus Oliveira
CS:GO: Valve adiciona indicadores em Vertigo para ajudar a atirar smokes
CS:GO

CS:GO: Valve adiciona indicadores em Vertigo para ajudar a atirar smokes

O ponto vermelho no mapa indica o tesouro... Ou melhor, a smoke
Jairo Junior
CS:GO: Sheviii2k será dono e jogador de nova equipe chamada 2k Team
CS:GO

CS:GO: Sheviii2k será dono e jogador de nova equipe chamada 2k Team

O jogador e produtor de conteúdo falou mais sobre sua nova empreitada ao Versus
Matheus Oliveira