CS:GO

CS:GO: "Eu não era o jogador favorito da SK", diz Taco na ESL One Belo Horizonte

Jogador falou sobre o torneio, polêmica com Coldzera e mais
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
é reporter no Versus.
Imagem: HLTV
Imagem: HLTV

A ESL One Belo Horizonte de Counter-Strike: Global Offensive trouxe talentos do mundo inteiro para a capital de Minas Gerais na última semana, incluindo o brasileiro Epitácio "TACO" Pessoa, ex-jogador da SK Gaming e atual pro player da Team Liquid, que se surpreendeu ao retornar para o Brasil e receber tanto apoio dos fãs.

Leia mais:

Em entrevista ao Versus, o jogador brasileiro explicou sua surpresa em relação à reação do público: "Estou jogando em uma equipe americana e também não era o jogador preferido da SK. Receber esse carinho foi algo que eu não esperava, mas também foi muito gratificante".

E não foi só o brasileiro que ficou feliz com tanto apoio. De acordo com TACO, seus colegas de equipe Nicholas "nitr0" Cannella, Jonathan "EliGE" Jablonowski, Russel "Twistzz" Van Dulken e Keith "NAF" Markovic também se surpreenderam com o tamanho e a força da torcida brasileira, que ficou conhecida como "o sexto jogador" das equipes durante o torneio.

"No meio do jogo a comunicação sempre era 'Pô, o que está acontecendo TACO?', 'Muito louco!', 'Que legal!' Isso ajuda muito a 'hypar' eles. Culturalmente eles são um pouco mais frios, então com certeza isso ajudou a dar um fogo a mais. [...] Eu tenho certeza que é uma experiência que eles jamais vão esquecer", afirmou o pro player brasileiro.

Imagem: HLTV
Imagem: HLTV

Questionado sobre as recentes entrevistas sobre a relação do jogador com Marcelo "coldzera" David, capitão da SK Gaming, TACO acredita que os relatos foram mal interpretados, sendo responsáveis por gerar polêmicas.

"A galera estava fazendo de tudo pra fazer eu e o cold brigar, mas isso não aconteceu. O cold é meu melhor amigo, é o melhor duo que eu já tive dentro do jogo, nada vai conseguir mudar isso. No final das contas não tem nada de briga, nenhum problema entre nós dois. Nossos fãs sabiam que tudo estava mais além do que uma entrevista que foi interpretada de forma errada", esclareceu TACO.

Comentando sobre a carreira na atual equipe, o pro player disse que, apesar de ter recebido propostas de times americanos e europeus, escolheu jogar na Team Liquid "principalmente por causa do Zews". "Ele é um irmão para mim, não só no jogo, mas fora dele. Ele é um cara profissional e um treinador sensacional", comentou o TACO sobre Wilton "zews" Prado, técnico da equipe, que também é brasileiro.

Imagem: HLTV
Imagem: HLTV

Ao Versus, TACO também afirmou que está ansioso para conquistar um título representando a Liquid. "Essa experiência de big stage [sic], de jogar contra times bons vai ajudar a acumular experiência, aquele fator X para chegar onde queremos e levantar o troféu. Eu tenho certeza que a gente está bem próximo disso", disse o pro player.

A Team Liquid estreou muito bem na ESL One BH, mas foi eliminada do torneio nas semifinais ao perder para a FaZe Clan por 2 a 1.

Com TACO na equipe, a Liquid já conquistou dois vice-campeonatos, um na 7ª temporada da ESL Pro League e outro na 5ª temporada da Esports Championship Series.

O Versus viajou com a Alienware para a ESL One Belo Horizonte.

Barbara Gutierrez é editora-chefe e Bia Coutinho redatora do Versus. Siga-as no Twitter em @bahgutierrez e @biaacoutinhoo.

Tags Relacionadas
CS:GO
Mais notícias
CS:GO: BOOM anuncia elenco ex-INTZ com felps como reforço
CS:GO

CS:GO: BOOM anuncia elenco ex-INTZ com felps como reforço

Os rumores foram confirmados!
Jairo Junior
CS:GO: Gen.G derrota FURIA e conquista DreamHack Anaheim 2020
Furia

CS:GO: Gen.G derrota FURIA e conquista DreamHack Anaheim 2020

Não foi dessa vez para os brasileiros
Matheus de Lucca
CS:GO: MIBR é eliminada da DreamHack Anaheim 2020; FURIA está nos playoffs
CS:GO

CS:GO: MIBR é eliminada da DreamHack Anaheim 2020; FURIA está nos playoffs

Grande final será ainda neste domingo (23)
Beatriz Coutinho