CS:GO

CS:GO: "Eu já esperava", diz Gabs sobre conquista da BGS feminina 2019

Jogadora foi campeã pela Vivo Keyd e falou sobre a BGS Esports, GirlGamer e mais
@Foxer_JJ
Escrito por
Jairo Junior
Foto: BBL/Reprodução
Foto: BBL/Reprodução

A Vivo Keyd venceu a Team oNe feminina de virada e conquistou a Brasil Game Show* Esports 2019 de Counter-Strike: Global Offensive feminino. A campeã Gabriela “Gabs” Freindorfer concedeu uma entrevista exclusiva ao Versus e falou mais sobre o título, excesso de confiança, queda da paiN Gaming e mais.

Leia mais:

O título teve um gosto diferente para Gabs - ela disputou todos os torneios de CS:GO da BGS e nunca ganhou nenhum - no entanto, a vitória não foi uma surpresa para a pro player.

“Desta vez tive muito mais confiança no meu time, no nosso treinamento e no jeito que nós estávamos lidando com as coisas”, disse Gabs. “Eu estou muito feliz por ganhar o campeonato, mas para ser sincera eu já esperava [a vitória], pois nós estávamos muito focadas nesse objetivo”.

O confronto entre a VK e a T1 foi disputado em uma melhor de cinco. As golden girls levaram o primeiro mapa, enquanto a Keyd empatou em seguida, virou e fechou a conta em 3 a 1. De acordo com a pro player campeã, a primeira derrota - pelo placar elástico de 16 a 4 - não abalou seu time. Ela explicou que o mapa Mirage foi escolhido porque suas adversárias “sabiam que era um mapa fraco" das guerreiras, "até pelo histórico”. No restante do confronto, a história mudou, assim como Gabs e suas companheiras esperavam.

“Nos outros três mapas nos saímos muito melhores. Principalmente em Dust 2 que é um mapa forte nosso e não tão bom delas. A Overpass elas acabaram escolhendo sem saber que nós estávamos muito bem lá, pois não temos um histórico grande nesse mapa e Inferno foi muito apertado mesmo, mas conseguimos vencer a série.”

Foto: Leo Sang/Reprodução
Foto: Leo Sang/Reprodução

O título na BGS veio logo depois da decepção no GirlGamer Festival São Paulo. Por lá, a Vivo Keyd sofreu uma derrota por 2 a 1 para a INTZ e ficou de fora da grande final. Segundo Gabs, o maior problema da sua equipe naquele evento foi a confiança, porém, de um jeito diferente.

“No GirlGamer o nosso problema não era falta de confiança, mas sim o excesso dela”, contou Gabs. “Fizemos algumas jogadas que não costumamos fazer, fomos punidas e acabamos sofrendo a derrota. Na BGS em si nos preparamos para enfrentar a Team oNe especificamente, mantivemos os pés no chão e não fomos com sede ao pote. Independentemente de como nos sentíamos e do resultado, nos mantivemos calmas até o final".

Aproveitando a deixa do GirlGamer, Gabs falou sobre uma das maiores surpresas da competição - a queda da paiN Gaming, que nunca tinha perdido nenhuma série presencial, mas sofreu duas derrotas em sequência. A jogadora, que também venceu a PNG no torneio da BBL, explicou como isso prova a evolução do cenário feminino nacional.

“A paiN era considerada o melhor time do Brasil porque elas treinavam do jeito certo”, cravou Gabs.”Elas também sabiam pensar muito além das jogadas, como, por exemplo, uma jogadora reagindo a uma smoke e indo para um lugar específico para marcar. Hoje em dia todos os times estão fazendo isso, então o cenário está bem mais difícil. Não é à toa que elas foram desclassificadas pela Isurus e perderam para nós em Vertigo, que era um mapa delas. Não vou dizer que elas não são boas, elas ainda são boas sim, mas agora os times estão recebendo muito mais suporte e levando mais a sério, deixando tudo mais equiparado”.

Quanto ao futuro da Keyd no CS feminino, Gabs diz que a preparação será tão forte quanto antes: “Nós continuamos treinando para o que virá, mesmo que seja no ano que vem. Nosso foco principal está nos prováveis qualificatórios da WESG e da Intel Challenge, pois nós queremos garantir uma vaga em um mundial, assim como fez a INTZ no GirlGamer. Nós não acreditamos mais em apenas um intensivão pré-torneio. Vamos treinar certo todos os dias até lá”.

Em suas considerações finais, Gabs foi curta e bem direta: “Segura a Vivo Keyd que estamos chegando!”.

*O Versus está na BGS todos os dias em parceria com a Acer. Fique ligado em nossa cobertura especial no site e também nas redes sociais - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Mais notícias
CS:GO: Campeonato oferece um ano de cerveja grátis como premiação
CS:GO

CS:GO: Campeonato oferece um ano de cerveja grátis como premiação

Esta é uma premiação um tanto surpreendente...
Beatriz Coutinho
Ex-ator de Carrossel, Lucas Santos será dono de organização de esports
CS:GO

Ex-ator de Carrossel, Lucas Santos será dono de organização de esports

A Renegados começou como hobbie e agora pretende alcançar voos mais altos
Jairo Junior
CS:GO: Valve lança Modo Confiável para combater cheaters
CS:GO

CS:GO: Valve lança Modo Confiável para combater cheaters

Nova ferramente está causando problemas para alguns jogadores
Beatriz Coutinho