CS:GO

CS:GO: "Esses resultados não serão tolerados", diz CEO da Complexity sobre Major

Lake afirmou que pretende formar uma nova line-up
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
escreve para o Versus.
Foto: Complexity Gaming/Reprodução
Foto: Complexity Gaming/Reprodução

Jason Lake, CEO da Complexity Gaming, não gostou de ver sua organização ser eliminada com três derrotas e apenas uma vitória do StarLadder Berlin Major 2019 de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). "Esses resultados não serão tolerados", afirmou ele em seu Twitter.

Leia mais:


Apesar de contar com uma das atuais maiores promessas do competitivo - Owen "OBo" Schlatter - a Complexity não conseguiu se classificar para a próxima fase do Major.

"Amo nossos jogadores como pessoas, mas esses resultados não serão tolerados. Se você é um jogador de Tier 1 procurando por um novo começo nas melhores instalações do mundo, fale comigo. Pagarei sua multa e lhe darei o maior salário do mundo. Vamos construir um gigante. Espalhem minha palavra", afirmou Lake em um tuíte.


O pro player Marcelo "coldzera" David, que atualmente está no banco de reservas da MIBR, respondeu ao tuíte de Lake como se estivesse interessado. O streamer Alexandre "gAuLeS" Borba também respondeu Lake, brincando, ele disse: "Estou free agent, mas minha multa é cara!".


Enquanto alguns torcedores afirmaram que o CEO da Complexity estava certo em reclamar sobre o desempenho de sua line-up, outros fãs criticaram Lake, o que levou o fundador da organização a fazer um novo comentário.


"Para ser claro, eu conversei sobre aquele tuíte com nossos jogadores antes de publicá-lo. Eu me importo com nossos garotos, mas eu também tenho um trabalho a fazer. NINGUÉM nesse mundo ama mais esse jogo do que eu e é hora de vencer novamente", esclareceu Lake.

No Twitter, a maior parte dos jogadores lamentou a desclassificação. Hunter "SicK" Mims foi o único que falou um pouco mais sobre o assunto: "Competições podem ser brutais às vezes. Mas não vou deixar isso me abalar, não importa o que acontecer. Simplesmente não conseguimos fazer isso funcionar. É hora de seguir em frente com a Complexity até que me digam o contrário".

Duas equipes brasileiras participaram da fase Novos Desafiantes do Major: INTZ e FURIA. Enquanto os intrépidos foram eliminados sem vitórias, os furiosos foram desclassificados com o mesmo resultado da Complexity, uma vitória e três derrotas.

Agora, a única representante brasileira no Major é a MIBR. Jogando com Wilton "zews" Prado no lugar de coldzera, a equipe tentará chegar o mais longe possível na competição. Para saber mais sobre o Major, confira o Guia do Versus sobre o torneio.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
CS:GOStarladder
Mais notícias
"Está em pauta", diz Gerente de Marketing da Intel sobre IEM no Brasil
CS:GO

"Está em pauta", diz Gerente de Marketing da Intel sobre IEM no Brasil

Campeonato de nível mundial pode pintar no Brasil assim como a Intel Challenge feminina
Matheus Oliveira
CS:GO: Valve adiciona indicadores em Vertigo para ajudar a atirar smokes
CS:GO

CS:GO: Valve adiciona indicadores em Vertigo para ajudar a atirar smokes

O ponto vermelho no mapa indica o tesouro... Ou melhor, a smoke
Jairo Junior
CS:GO: Sheviii2k será dono e jogador de nova equipe chamada 2k Team
CS:GO

CS:GO: Sheviii2k será dono e jogador de nova equipe chamada 2k Team

O jogador e produtor de conteúdo falou mais sobre sua nova empreitada ao Versus
Matheus Oliveira