CS:GO

CS:GO: ELeague Invitational é anunciado com a presença de FaZe, Cloud9, BIG e coL

Torneio conta com apenas quatro equipes e premiação de US$ 150 mil
@foxer_jj
Jairo Junior
escreve para o Versus.
Foto: HLTV/Reprodução
Foto: HLTV/Reprodução

A ELEAGUE anunciou nesta quinta-feira (10), seu primeiro torneio de Counter-Strike: Global Offensive do ano. Trata-se do ELEAGUE Invitational 2019, que foi anunciado de forma completamente inesperada. A competição acontecerá entre os dias 25 e 27 de janeiro, nos estúdios da própria empresa, em Atlanta, nos Estados Unidos.

Leia mais:

O campeonato terá a presença de apenas quatro equipes. São elas: FaZe Clan, Cloud9, BIG e compLexity. A premiação total está estimada em US$ 150 mil, mas a divisão ainda não foi divulgada. Todos os confrontos serão disputados em séries melhor de três, dentro do formato de Dupla-Eliminação, com as já conhecidas brackets lower e winner.

A ELEAGUE Invitational servirá de teste pré-Major principalmente para a BIG, que não tem nenhuma outro compromisso antes disso. FaZe, Cloud9 e coL por outro lado, farão sua estreia na temporada durante a iBUYPOWER Masters, entre os dias 19 e 20 de janeiro.

A transmissão das partidas deve acontecer na Twitch Oficial da ELEAGUE. Mais informações devem chegar ao público até a próxima semana.



Jairo "Foxer" Junior é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @Foxer_JJ.

Tags Relacionadas
CS:GOELEAGUEFaZeCloud9
Mais notícias
CS:GO: INTZ perde segunda seguida e se complica no Starladder Berlin Major 2019
CS:GO

CS:GO: INTZ perde segunda seguida e se complica no Starladder Berlin Major 2019

A próxima derrota significará a eliminação da equipe brasileira
Matheus Oliveira
Vivo Keyd realiza sonho de fã de conhecer gaming house e jogar com pro players
Keyd

Vivo Keyd realiza sonho de fã de conhecer gaming house e jogar com pro players

Chiquinho conheceu o time do coração e ganhou presentes
Lucas Hagui
CS:GO: Seis jogadores são presos por suspeita de matchfixing
CS:GO

CS:GO: Seis jogadores são presos por suspeita de matchfixing

O caso aconteceu no estado de Victoria, na Austrália
Jairo Junior