CS:GO

CS:GO: Depois de comentários racistas contra felps, jogador alemão recebe suspensão na FPL

Infelizmente este não é o primeiro caso de racismo no cenário
@felipe.cardoso
Felipe Cardoso
é reporter no Versus.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O cenário de Counter-Strike: Global Offensive presenciou uma situação desagradável e mais um caso de racismo contra jogadores brasileiros foi reportado. Desta vez, a vítima foi o jogador da NTC. João "felps" Vasconcellos.

Leia mais:

O caso aconteceu quando o jogador alemão, Nils "k1to" Gruhne - que atua pela equipe da Alternate -, jogava na equipe de Adam "friberg" Friberg nos servidores da FPL. Entretanto, o sueco estava transmitindo a sua jogatina, quando k1to foi morto por felps e soltou o seguinte comentário: "Macaco do c******".

Foto: Nils "k1to" Gruhne/Reprodução
Foto: Nils "k1to" Gruhne/Reprodução

A ocorrência veio à tona com um tuíte de felps, relatando o comentário racista do alemão. Contudo, k1to se desculpou publicamente e foi perdoado pelo brasileiro.

Após alguns jogadores comentarem o caso e cobrarem a organização, a Faceit resolveu penalizar k1to por 1 mês de seus servidores da FPL.

O ato de racismo não foi o primeiro a ocorrer contra os jogadores brasileiros, a Team One já foi vítima de insultos em partidas oficiais e diversos outros casos já aconteceram com ascensão do cenário brasileiros a nível internacional.

Felipe Cardoso é analista do Versus. Siga-o no Twitter em @felpyyy.

Tags Relacionadas
CS:GO
Mais notícias
CS:GO: Soberano Team revela line-up com trio ex-Santos para disputar o Clutch
CS:GO

CS:GO: Soberano Team revela line-up com trio ex-Santos para disputar o Clutch

TGE e Balerostyle completam a equipe
Matheus de Lucca
CS:GO: Com FURIA, Sharks e INTZ, ESL revela convidados da Pro League S11
CS:GO

CS:GO: Com FURIA, Sharks e INTZ, ESL revela convidados da Pro League S11

MIBR disputará a B Site da FACEIT
Jairo Junior
CS:GO: Perfecto é anunciado no lugar de GuardiaN na Natus Vincere
CS:GO

CS:GO: Perfecto é anunciado no lugar de GuardiaN na Natus Vincere

O veterano continua na organização, mas no banco de reservas
Jairo Junior