CS:GO

CS:GO: Astralis é a grande campeã da BLAST Pro Series São Paulo

Os dinamarqueses levaram a melhor em território brasileiro
@luccabucks
Matheus de Lucca
escreve para o Versus.
Foto: Reprodução/BLAST Pro Series
Foto: Reprodução/BLAST Pro Series

A BLAST Pro Series São Paulo chegou ao fim, com vitória da Astralis - campeã do último Major de Counter-Strike: Global Offensive - sobre a Team Liquid, garantindo o prêmio de US$ 125 mil e continuando ahegemonia de títulos no cenário competitivo do game.

Leia mais


A Astralis chegou até a final do torneio invicta, com cinco vitórias, mostrando sua habilidade no CS:GO em todos os jogos.

O confronto

Dust2

No primeiro mapa da série md3 (melhor de três) a disputa foi acirrada. A Liquid começou no lado terrorista conseguindo uma vantagem de três rounds. Os dinamarqueses reagiram, mas o time do capitão Nicholas "nitr0" Cannella fechou o primeiro half em 8 a 7. Em seguida, a Astralis chegou a virar o jogo, mas a Liquid reconquistou a dominância e conseguiu a vitória do mapa por 16 a 13.

Inferno

A Astralis scomeçou no lado terrorista e dominou o mapa com tranquilidade sobre a Liquid. A reação dos adversários só veio no final do primeiro half, mas mesmo assim os dinamarqueses finalizaram o primeiro tempo em 11 a 4. Em seguida, a Liquid pareceu se encontrar no jogo e venceu um bom número de rounds. Contudo, a Astralis garantiu o mapa com vitória de 16 a 8.

Overpass

Os dinamarqueses já começaram exercendo muita pressão sobre a Liquid e mantiveram a vantagem durante todo o tempo, fechando o primeiro half em 13 a 2. Na troca de lado, a Astralis só terminou o que já tinha começado e conquistou a vitória por 16 a 2.

A MIBR, equipe brasileira formada pelos jogadores Gabriel "FalleN" Toledo, Fernando "fer" Alvarenga, Marcelo "coldzera" David, Epitacio "TACO" de Melo, Joao "felps" Vasconcellos e pelo treinador Wilton "zews" Prado participou do torneio, mas não teve uma boa campanha. O time perdeu todas as cinco partidas que disputou no campeonato.

Em entrevista, TACO afirmou que a equipe não está merecendo o carinho da torcida brasileira. Antes do início do torneio, a MIBR conversou com o Versus sobre sua preparação e expectativas para o torneio.

Matheus de Lucca é editor assistente do Versus. Siga-o no Twitter em @luccabucks.

Mais notícias
CS:GO: FURIA vence BIG novamente e está na semifinal do Games Clash Masters 2019
CS:GO

CS:GO: FURIA vence BIG novamente e está na semifinal do Games Clash Masters 2019

Equipe brasileira fez campanha de duas vitórias e uma derrota na primeira fase do torneio
Lucas Hagui
CS:GO: Guardian está de volta à Natus Vincere
CS:GO

CS:GO: Guardian está de volta à Natus Vincere

Jogador viveu seus melhores momentos no time CIS
Lucas Hagui
CS:GO: Atualização adiciona recursos para treinar lançamento de granadas
CS:GO

CS:GO: Atualização adiciona recursos para treinar lançamento de granadas

Veja os comandos e como utilizá-los
Jairo Junior