CS:GO

CS:GO: AMD não é mais jogadora da Vivo Keyd

Jogadora fez o comunicado em suas redes sociais
@foxer_jj
Jairo Junior
escreve para o Versus.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Amanda "AMD" Abreu não faz mais parte da line-up de Counter-Strike: Global Offensive da Vivo Keyd. A pro player comunicou nesta sexta-feira (12) que deixou a equipe por decisão própria.

Leia mais:


Ao receber muitas perguntas sobre a Vivo Keyd ter jogado partidas da Brasil Game Cup sem AMD, a jogadora esclareceu no Twitter que deixou a equipe, mas não o cenário, afirmando que tudo não passa de uma pausa.

É importante ressaltar que, apesar de não jogar mais no time de CS:GO da Keyd, ela segue fazendo parte da organização.

AMD fazia parte da Vivo Keyd desde dezembro de 2018, quando entrou para a organização ao lado de Shayene "shAy" Victorio, Gabriela "gabs" Freindorfer, Karina "kaah" Takahashi e Ana Claudia "ninha" Barbosa. A pro player também tem passagem pela organização BootKamp.

Até o momento, a Vivo Keyd não se pronunciou sobre o assunto. A jogadora Elaine ‘’mindle’’ Takahashi jogará no lugar de AMD.

Quer jogar CS:GO como um pro player? Assista ao vídeo acima com dicas da jogadora profissional da paiN Gaming Pamela "Pan" Shibuya.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Bia Coutinho é redatora do Versus. Siga-a no Twitter em @biaacoutinhoo.

Tags Relacionadas
CS:GOKeyd
Mais notícias
CS:GO: Detona anuncia gaming house e centro de treinamento para seus jogadores
CS:GO

CS:GO: Detona anuncia gaming house e centro de treinamento para seus jogadores

A estrutura é uma parte importantíssima para os jogadores se concentrarem para o Clutch Circuit
Matheus Oliveira
CS:GO: Shz é o novo jogador da INTZ
CS:GO

CS:GO: Shz é o novo jogador da INTZ

Jogador estreia hoje pela primeira semana da ECS Season 8 NA
Matheus Oliveira
CS:GO: Blast Pro Series 2020 terá novo formato e premiação superior a US$ 4 milhões
CS:GO

CS:GO: Blast Pro Series 2020 terá novo formato e premiação superior a US$ 4 milhões

Torneio passará a se chamar BLAST PREMIER
Lucas Hagui