CS:GO

CS:GO: IEM Katowice 2020 veta público como medida de segurança contra coronavírus

Atitude foi tomada após ordem do governador Jarosław Wieczorek
@Foxer_JJ
Escrito por
Jairo Junior

Foto: ESL/Reprodução
Foto: ESL/Reprodução

Os playoffs da Intel Extreme Masters Katowice 2020 de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) não contarão com a presença do público na Spodek Arena. Os visitantes foram vetados do local por ordem do governador Jarosław Wieczorek, por medida de segurança contra epidemia do coronavírus.

Leia mais:

O comunicado oficial do evento sobre o assunto chegou ao público nesta quinta-feira (27), apenas um dia antes dos jogos irem para a arena polonesa. Nele a IEM informa que teve seu alavará de operação do evento revogado em cima da hora, após ter a confimação nos últimos dias de que tudo ocorreria normalmente.

Apesar disso, os jogos ainda irão acontecer sem qualquer tipo de mudança. A transmissão diretamente da Polônia também não deve ser afetada. A ESL evitará apenas "visitantes adicionais" no local, ou seja, os que não estarão lá para trabalhar no espetáculo.

Veja o comunicado abaixo:

"Às 19:45 CET, fomos informados pelo Voivodia [espécie de governador] da Silésia que nossa licença para eventos em massa da IEM Katowice foi revogada. Até aquele momento, tínhamos uma decisão juridica que nos permitia organizar o evento e que foi reconfirmada várias vezes nos últimos dias. A última vez que a decisão foi confirmada foi há algumas horas atrás. O governador da Silésia (Voivodia da Silésia), Jarosław Wieczorek, emitiu uma decisão de remover a aprovação da ESL sediar um evento de massa em Katowice, na Polônia. Devido a isso, a Intel Extreme Masters Katowice 2020 não terá público no local.

A ESL respeita esta decisão das autoridades locais e está neste momento trabalhando para alcançar todos os titulares dos ingressos, convidados e a mídia. Os ingressos serão totalmente reembolsados. O torneio será conduzido e transmitido como planejado, mas sem visitantes adicionais no local. Lamentamos profundamente todos os fãs e jogadores."

Esta não é a primeira vez que o coronavírus interfere nos esportes eletrônicos. Ligas importantes de League of Legends, PlayerUnknown's Battlegrounds, Overwatch e até atualizações no Free Fire já foram afetadas pela epidemia.

No Brasil o primeiro caso da doença já foi confirmado pelo Ministério da Saúde, na cidade de São Paulo. Outros estados como Rio de Janeiro, Pernambuco, Espírito Santos, Minas Gerais e outros já se encontram com suspeitas, apesar de nada ter sido confirmado ainda.

Em maio está marcado para acontecer o primeiro Major de CS:GO do Brasil, no Rio de Janeiro. É difícil dizer como o controle da doença estará até lá, mas não é preciso de muito para dizer que o evento já corre riscos.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Mais notícias
CS:GO: FURIA sobe cinco posições no ranking da HLTV; Evil Geniuses assume top 1
CS:GO

CS:GO: FURIA sobe cinco posições no ranking da HLTV; Evil Geniuses assume top 1

Título da ESL Pro League S12 NA possibilitou a ascensão brasileira
Jairo Junior
CS:GO: BOOM pode ter os pontos RMR resetados; organização já planeja defesa
CS:GO

CS:GO: BOOM pode ter os pontos RMR resetados; organização já planeja defesa

Fato tem chances de acontecer pois Apoka foi punido pelo "bug do coach" em torneio RMR
Jairo Junior
CS:GO: Guerri, Apoka e mais treinadores brasileiros são punidos devido ao bug do coach
CS:GO

CS:GO: Guerri, Apoka e mais treinadores brasileiros são punidos devido ao bug do coach

No total são oito brasileiros punidos
Jairo Junior