CS:GO

CS:GO: Gio encerra passagem pela Yeah após 16 dias

A comunidade ficou em choque após o anúncio da saída do treinador
@Foxer_JJ
Escrito por
Jairo Junior

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Cerca de 16 dias. Este foi o tempo que Giovanni "Gio" Deniz atuou oficialmente como treinador da Yeah Gaming de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). Ele foi anunciado como membro da comissão técnica do time em 24 de fevereiro e saiu em 11 de março, o que deixou toda a comunidade, inclusive o próprio Gio, surpresos.

Leia mais:

Gio deixou a organização apenas um dia após a eliminação da Yeah no Minor norte-americano. A equipe chegou longe na competição e ficou apenas a uma vitória de conquistar uma vaga no Minor das Américas, no Rio de Janeiro. No entanto, justamente neste último jogo caiu diante da Team Envy.

O diretor de operação do clube Guilherme "mza" Donini se pronunciou sobre o assunto e tentou esclarecer a mudança para os fãs. No entanto, as motivações ainda seguiram obscuras. "O Gio teve um papel importante durante esses dias que esteve com a equipe, auxiliou bem os jogadores, mas optamos pela alteração já nesse momento a fim de termos mais tempo e calma para decidir os próximos passos".

Pelas redes sociais, até mesmo o coach demonstrou confusão sobre toda história:

Gio também completou seu pensamento em outros tuítes, afirmando que ainda está "tentando assimilar tudo isso". Ainda assim, ele deixou clara a decepção do seu sonho ter durado tão pouco tempo após tantas mudanças em sua vida. "Triste demais mudar toda a minha vida no Brasil e o sonho não durar muito", lamentou. "Mas ao mesmo tempo, só quero ver minha família... Na correria pra arrumar as coisas, parece que fiquei longe 1 ano em vez de duas semanas".

No tuíte da Yeah sobre a saída do treinador as reações foram de dúvida. Todos ficaram chocados com a passagem relâmpago. Até mesmo figuras importantes da cena, como os jogadores da DETONA Gaming e PRG Vinícius "VSM" Moreira e Leon "ryotz" Felipe e os narradores de CS:GO e League of Legends Bernardo "BiDa" Moura e Guilherme "tixinha" Cheida expressaram surpresa.

Fora a descrença, o caso também abriu espaço para os mais bem humorados. O usuário do Twitter lucasetc brincou dizendo que passaria a chamar a organizção de "Ué Gaming". O próprio Gio utilizou o meme "Livinho Big Fan Here" em alusão à situação do MC de funk, que surpreendeu a todos ao ser anunciado como jogador profissional de futebol pelo Audax e, horas antes da apresentação, surpreendeu ainda mais ao cancelar tudo e desistir da nova carreira.

Mesmo sem um coach para auxiliar nos treinos e jogos, a Yeah segue treinando normalmente nos Estados Unidos com foco nos próximos compromissos. A próxima partida dos brasileiros será contra Big Frames, na próxima quinta-feira (19), pela eFire Master League Season 1 North America - torneio norte-americano online com premiação total de US$ 10 mil ou cerca de R$ 49 mil na atual cotação do dólar.

A line-up da Yeah é a seguinte:

  • Rodrigo "RCF" Caponero
  • Alef "tatazin" Pereira
  • Arthur "f4stzin" Schmitt
  • Victor "iDk" Torraca
  • Eduardo "dumau" Wolkmer

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
CS:GO
Mais notícias
CS:GO: FURIA sobe cinco posições no ranking da HLTV; Evil Geniuses assume top 1
CS:GO

CS:GO: FURIA sobe cinco posições no ranking da HLTV; Evil Geniuses assume top 1

Título da ESL Pro League S12 NA possibilitou a ascensão brasileira
Jairo Junior
CS:GO: BOOM pode ter os pontos RMR resetados; organização já planeja defesa
CS:GO

CS:GO: BOOM pode ter os pontos RMR resetados; organização já planeja defesa

Fato tem chances de acontecer pois Apoka foi punido pelo "bug do coach" em torneio RMR
Jairo Junior
CS:GO: Guerri, Apoka e mais treinadores brasileiros são punidos devido ao bug do coach
CS:GO

CS:GO: Guerri, Apoka e mais treinadores brasileiros são punidos devido ao bug do coach

No total são oito brasileiros punidos
Jairo Junior