CS:GO

CS:GO: Gamers Club ganha causa na justiça contra jogador banido por hack

Usuário ainda pode entrar com recurso
@Foxer_JJ
Escrito por
Jairo Junior

Foto: DoctorRed2000/Reprodução
Foto: DoctorRed2000/Reprodução

O usuário da Gamers Club Joao Victor Alencar Gherard entrou com um processo cível contra empresa, após ser banido da plataforma por uso de hack nos servidores de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). A ação foi movida em 15 de dezembro de 2019 e teve um desfecho nesta quarta-feira (15), com o juíz Artur Pessôa de Melo Morais a favor da GC.

Leia mais:

O objetivo do autor do processo era para que seu banimento fosse revertido e, além disso, para que a Gamers Club pagasse uma indenização por danos morais de R$ 98,8 mil. No entanto, de acordo com a ata, a qual está como pública no site jusbrasil, ficou entendido que o usuário se valeu de uso de software de trapaças para obter vantagens.

Por conta da condenação, Joao teria que pagar os honorários advocatícios da Gamers Club no valor de 10% do valor pedido, ou seja, cerca R$ 9,8 mil. Ainda assim, ele ficou isento do pagamento de acordo com o Art. 98., o qual aponta que "A pessoa natural ou jurídica, brasileira ou estrangeira, com insuficiência de recursos para pagar as custas, as despesas processuais e os honorários advocatícios tem direito à gratuidade da justiça, na forma da lei". O autor também pode optar por entrar com um recurso e dar continuidade ao processo.

O CEO da Gamers Club, Yuri "Fly" Uchiyama afirma: "Trata-se de uma decisão paradigmática no Brasil. É nosso dever e obrigação banir os usuários que desrespeitam as nossas regras que prezam pelo jogo justo. Fazemos isso pela comunidade, por aqueles que acreditam no futuro dos esports no Brasil. Essa é a nossa responsabilidade".

A guerra contra os cheaters parece uma causa sem fim no CS:GO. A sensação de segurança no jogo é baixa e qualquer jogada diferente já provoca desconfiança. Só na própria GC, quase 140 mil hacks já foram banidos, conforme aponta o próprio site. Por conta da pandemia, as maiores competições do mundo precisaram tornar-se online. Até mesmo lá, entre profissionais, a suspeita é grande e gera polêmicas e discussões.

Ainda não há informações se Joao, autor do processo contra GC, acatará a condenação do juíz ou entrará com recurso. O Versus ficará de olho no caso e manterá você formado sobre atualizações.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
CS:GOGamers Club
Mais notícias
CS:GO: Gaules fará último torneio sul-americano com vaga para o Major Rio 2020
CS:GO

CS:GO: Gaules fará último torneio sul-americano com vaga para o Major Rio 2020

Mais detalhes serão revelados em breve
Beatriz Coutinho
CS:GO: BOOM é campeã da Gamers Club Masters V
CS:GO

CS:GO: BOOM é campeã da Gamers Club Masters V

Equipe tropeçou no começo do torneio, mas garantiu o título
Beatriz Coutinho
CS:GO: S1mple é banido da Twitch e faz referência a caso de Dr Disrespect
CS:GO

CS:GO: S1mple é banido da Twitch e faz referência a caso de Dr Disrespect

O pro player não foi notificado do motivo que levou à punição da plataforma
Matheus Oliveira