CS:GO

CS:GO: Dead é banido de novos torneios após punição da ESIC

Investigações sobre o aproveitamento de bug continuam sendo feitas
@biaacoutinhoo
Escrito por
Beatriz Coutinho

Foto: ESL/Reprodução
Foto: ESL/Reprodução

Após ser proibido de participar de torneios organizados pela ESL, Ricardo "dead" Sinigaglia, manager da equipe de Counter-Strike: Global Offensive da MIBR, foi punido novamente. Desde 31 de agosto ele está proibido de participar de torneios de CS:GO que seguem as regras determinadas pela Esports Integrity Commision (ESIC), como BLAST Premier e a Eden Malta Vibes Cup. A ESIC fiscaliza cheating e outras formas de trapaça em jogos.

Leia mais:

A ESIC publicou um comunicado no qual afirma que dead utilizou o "bug do coach", que acontece no modo espectador dos treinadores. O exploit permite que um técnico se torne um espectador comum em qualquer lugar do mapa. Com acesso a informações privilegiadas, o coach poderia passar a call de onde estariam os adversários.

A punição foi um banimento de seis meses em todo e qualquer torneio que siga as regras da ESIC. De acordo com o órgão, o banimento significa que dead:

  • "não pode participar da comunicação do time de forma ativa ou passiva a partir de 15 minutos antes de uma partida oficial até o fim do jogo";
  • "não deve estar fisicamente presente ao lado do time a partir de 15 minutos antes de uma partida oficial até o fim do jogo";
  • "não deve estar no servidor do jogo durante partidas oficiais";
  • "não deve estar no servidor do Discord de uma partida oficial";
  • "não deve participar do processo de banimento de mapas e nem estar em comunicação com o time durante este processo".

A ESIC também informou que as investigações sobre o caso dos técnicos dead; Aleksandr "MechanoGun" Bogatiryev, da Hard Legion; e Nicolai "HUNDEN" Petersen, da Heroic, continuarão sendo feitas pelos próximos dois meses "até que surjam quaisquer outras evidências que possam fornecer uma base para investigações adicionais sobre esta questão".

A investigação será mantida porque a ESIC ainda quer confirmar se os jogadores da MIBR, Hard Legion e Heroic tinham conhecimento ou eram cúmplices dos comportamentos de seus treinadores.

"O papel da ESIC na proteção do setor contra cheating e manipulação de resultados envolve a avaliação das provas para determinar violações de nosso Código. Assim, a ESIC não especulará sobre a cumplicidade dos jogadores e instamos todas as outras partes do setor a fazer o mesmo".

De acordo com a MIBR, dead está afastado de suas funções enquanto a organização realiza sua própria investigação sobre o caso.

No vídeo acima você confere uma série de jogadas incríveis que foram eternizadas como grafites no CS:GO.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
CS:GOMIBR
Mais notícias
CS:GO: FURIA Rivalry vence Alma Gaming e conquista Logitech G Challenge 2020
Furia

CS:GO: FURIA Rivalry vence Alma Gaming e conquista Logitech G Challenge 2020

O sucesso internacional da line-up principal é repetido pela academy no Brasil
Jairo Junior
CS:GO: FURIA vence Evil Geniuses e segue invicta na ESL Pro League S12 NA
CS:GO

CS:GO: FURIA vence Evil Geniuses e segue invicta na ESL Pro League S12 NA

Time brasileiro assumiu a ponta isolada do campeonato
Jairo Junior
CS:GO: Time de CarolzinhaSG enfrentará o de cAmyy em showmatch do Logitech G Challenge
Logitech G Challenge

CS:GO: Time de CarolzinhaSG enfrentará o de cAmyy em showmatch do Logitech G Challenge

O duelo antecederá a grande final e abrirá a transmissão do último dia do torneio
Jairo Junior