CS:GO

CS:GO: Dead da MIBR é banido de torneios ESL por se aproveitar de bug

Outros dois treinadores também foram suspensos pelo mesmo motivo
@Foxer_JJ
Escrito por
Jairo Junior

Foto: HLTV/Reprodução
Foto: HLTV/Reprodução

Ricardo "dead" Sinigaglia da MIBR foi punido pela ESL após se aproveitar de um bug durante uma partida oficial de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) da organizadora. A penalização foi um banimento de seis meses, proibindo que ele jogue ou treine qualquer equipe nos torneios da empresa durante o período. O comunicado foi emitido pela própria ESL nesta segunda-feira (31).

Leia mais:

O bug em questão é feito no modo espectador dos treinadores. Comumente quem está em uma partida desta forma consegue ver apenas a tela dos jogadores da própria equipe. No entanto, o exploit permite que um treinador se torne um espectador comum em qualquer lugar do mapa. Com estas informações privilegiadas, o coach poderia passar a call de onde estariam os adversários.

Além do brasileiro, Aleksandr "MechanoGun" Bogatiryev da Hard Legion e Nicolai "HUNDEN" Petersen da Heroic também foram punidos pela utilização do mesmo bug. De acordo com as investigações, que inclusive tiveram apoio da Valve, cada treinador foi punido de acordo com o número de vezes que se aproveitou do bug:

  • Dead: 1 round em 1 mapa durante a ESL One Road to Rio
  • MechanoGun: 6 mapas em 3 jogos durante o ESL One Road to Rio
  • HUNDEN: 10 rounds em 1 mapa na DreamHack Masters Spring

As equipes de cada coach também sofreram punições. Uma delas foi a perda da premiação obtida nos torneios citados acima. A outra foram os pontos ESL Pro Tour que contam para o circuito anual da ESL com campeonatos da empresa e da irmã DreamHack.

Das partes envolvidas, apenas a MIBR se pronunciou. O clube afirmou que Dead está suspenso temporariamente enquanto uma investigação interna será promovida para averiguar o caso. O treinador da Team Liquid, Jason "moses" O'Toole, chegou a levantar a hipótese de que o brasileiro poderia não estar no computador no momento ou algo do gênero, já que sua ocorrência foi em apenas uma rodada. Em seguida, Ulrich Schulze, que é um dos diretores da ESL, disse que não se trata de uma conduta não intencional já que há evidências de que o bug foi usado de propósito.

Dead se pronunciou alguns minutos depois juntamente do capitão Gabriel "FalleN" Toledo, que fez um vídeo supostamente mostrando a rodada em que tudo aconteceu e como nada foi feito com má intenção.

A Valve, por outro lado, não informou se a MIBR e os demais times perderão também pontos no Regional Major Ranking (RMR), que qualifica as equipes para o Major ESL One Road to Rio, no Brasil.

No final do documento, o qual você encontra no site oficial da ESL, a empresa disse que também entrará em contato com outras organizadoras para ajudar em possíveis novas investigações, as quais revelarão se isso também aconteceu em outros campeonatos.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
CS:GOMIBR
Mais notícias
CS:GO: FURIA sobe cinco posições no ranking da HLTV; Evil Geniuses assume top 1
CS:GO

CS:GO: FURIA sobe cinco posições no ranking da HLTV; Evil Geniuses assume top 1

Título da ESL Pro League S12 NA possibilitou a ascensão brasileira
Jairo Junior
CS:GO: BOOM pode ter os pontos RMR resetados; organização já planeja defesa
CS:GO

CS:GO: BOOM pode ter os pontos RMR resetados; organização já planeja defesa

Fato tem chances de acontecer pois Apoka foi punido pelo "bug do coach" em torneio RMR
Jairo Junior
CS:GO: Guerri, Apoka e mais treinadores brasileiros são punidos devido ao bug do coach
CS:GO

CS:GO: Guerri, Apoka e mais treinadores brasileiros são punidos devido ao bug do coach

No total são oito brasileiros punidos
Jairo Junior