CS:GO

"Criar outra era brasileira no CS:GO é meu maior objetivo de vida", diz TACO

Assista à entrevista completa
@Foxer_JJ
Escrito por
Jairo Junior

Epitácio "TACO" de Melo é um dos maiores jogadores de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) a nível mundial. Com seu jeito simples e carismático, aliados às funções ingratas que realiza tão bem dentro de jogo, o brasileiro conquistou respeito e também diversos títulos mundiais - entre eles dois Majors seguidos. Em entrevista ao Versus, o pro player relembrou toda a sua trajetória e projetou uma nova era brasileira como "seu maior sonho e objetivo de vida". Assista acima.

Leia mais:

Atualmente é fácil apontar as conquistas e até mesmo as recentes falhas na carreira internacional de TACO. O que muitos esquecem é de também olhar para o passado e reconhecer todos os obstáculos que ele ultrapassou para chegar ao patamar que se encontra no momento.

"Já tiveram alguns campeonatos que nós íamos contando com o dinheiro da premiação", lembra o brasileiro. "Nós tínhamos que ganhar o campeonato para poder voltar para casa. Inclusive, meu último torneio no Brasil foi assim. Se eu não ganhasse não teria dinheiro para jogar o próximo que daria vaga na liga americana, que foi quem me mostrou para o mundo".

Grande parte do problema monetário de TACO era pelo fato de ele morar no Nordeste do Brasil. A distância entre a região e São Paulo - polo do esporte eletrônico na época e até os dias atuais - foi um grande empecilho. A locomoção é cara e cansativa. Além disso, ao jogar de lá ele teve problemas com ping para jogar online.

Foto: MIBR/Reprodução
Foto: MIBR/Reprodução

Mesmo com tantos percalços, TACO não desistiu. Hoje ele é referência para qualquer nordestino que sonha em se tornar um profissional dos esports, independentemente da modalidade. De acordo com o jogador, ser enxegado desta forma "é uma grande responsabilidade, mas também é uma sensação muito boa".

Além de reviver as dificuldades, TACO também comentou sobre os momentos de glória. Um dos que marcou sua carreira foi a homenagem da torcida em Belo Horizonte, que gritou seu nome em coro incessante enquanto balançava a lanterna do celular. Depois de receber tantas críticas, o atleta acredita que aquilo "teve um pouco de pedido de desculpa e de reconhecimento da comunidade brasileira".

Outro momento único foi a conquista do seu primeiro Major, durante a MLG Columbus, em 2016. Este sentimento no entanto, ele diz que é impossível descrever. Depois de tantas histórias vividas e de um 2019 bem abaixo do que ele gostaria na sua volta para uma equipe brasileira, TACO projeta um futuro brilhante para ele e para a MIBR em 2020.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
CS:GOMIBRTACOVídeos
Mais notícias
CS:GO: Jogador quase recria jogada icônica de coldzera em Mirage
CS:GO

CS:GO: Jogador quase recria jogada icônica de coldzera em Mirage

Faltou um abate, mas já foi um feito e tanto
Matheus de Lucca
CS:GO: Campeonato oferece um ano de cerveja grátis como premiação
CS:GO

CS:GO: Campeonato oferece um ano de cerveja grátis como premiação

Esta é uma premiação um tanto surpreendente...
Beatriz Coutinho
Ex-ator de Carrossel, Lucas Santos será dono de organização de esports
CS:GO

Ex-ator de Carrossel, Lucas Santos será dono de organização de esports

A Renegados começou como hobbie e agora pretende alcançar voos mais altos
Jairo Junior