PES

PES: Conheça Fmestre12 e Wilson, pai e filho que treinam, viajam e competem juntos

Uma paixão passada de pai para filho
@helenavnogueira
Helena Nogueira
escreve para o Versus.
Felipe e Wilson dividem o controle na vida e nas competições. Foto: Helena Nogueira/Versus
Felipe e Wilson dividem o controle na vida e nas competições. Foto: Helena Nogueira/Versus

A etapa das Américas da Pro Evolution Soccer (PES) League está acontecendo em Buenos Aires neste sábado (31) e Felipe "Fmestre12" Pereira, de 26 anos, é um dos dois brasileiros, junto com Henrique "Henrykinho" Mesquita, à alcançar as quartas de final da modalidade individual.

O Versus conversou com o pro player e seu pai, Wilson Pereira Junior, que não apenas acompanha e treina com o filho como já competiu contra ele.

Leia mais:

Original de Florida Paulista, São Paulo, Felipe ganhou um master system com uma cópia de Super Stars Soccer de seu pai quando tinha cinco anos. O investimento nos jogos de futebol não foi o último: apaixonado por videogames desde os 12 anos, Wilson acompanha o filho em todas as competições desde 2012, quando o pro player deu início à sua carreira.

Tudo começou em um campeonato online do interior paulista. De 400 participantes, Fmestre12 ficou com o 3º lugar. Ele conta que foi neste momento que entendeu que queria continuar a competir e, além disso, foi a vitória que fez Wilson reconhecer o talento do filho.

Além de Felipe, Wilson também tem mais um filho no competitivo - Gabriel "gabrielmestre" Pereira, que tentou a final regional das Américas junto com Emerson "Ghalbim_pes" Vinicius.

O pai afirma que nunca imaginou que a paixão que transferiu para os filhos se tornaria uma profissão: "Eu comecei a jogar na época do Atari e do telejogo, e inevitavelmente acabei transferindo essa paixão para ele [Fmestre12]. Eu só nunca imaginei a grandeza que isso se tornaria um dia". Hoje, Fmestre12 tem contrato com a ELiga Sul e com a organização francesa PW eSports.

Unidos pela paixão pelos jogos de futebol, Wilson e Felipe já se enfrentaram em uma competição. O confronto aconteceu no eBrasileirão de 2017, na etapa do Corinthians. O comerciante recorda o momento: "Não tem o que dizer, o nível dele [Fmestre12] é muito superior ao meu, mas treinamos e jogamos juntos, então consegui ter uma performance boa. Eu consegui a vaga para a etapa até mesmo antes dele. Mas na hora que chegou para eu jogar contra o Felipe...Quem diria que a sorte nos colocaria para competir juntos um dia".

"Quem está com o controle na mão é ele, eu não posso fazer nada. De resto, é só torcer", diz Wilson sobre ver o filho competir. Foto: Helena Nogueira/Versus
"Quem está com o controle na mão é ele, eu não posso fazer nada. De resto, é só torcer", diz Wilson sobre ver o filho competir. Foto: Helena Nogueira/Versus

Viajando pelo mundo, os dois já foram em campeonatos em Berlim, Amsterdan, Paris e, agora, em Buenos Aires. O pai conta sobre as emoções de ver o filho competir: "É sempre um prazer quando tenho a oportunidade de acompanhar o Felipe. Acredito que fico muito mais nervoso que ele. Quem está com o controle na mão é ele, eu não posso fazer nada. De resto, é só torcer".

O apoio de familiares é um fator importante para a carreira, segundo o pro player: "Teve momentos em que pensei em parar de jogar porque não é fácil, por falta de patrocínio e esse tipo de coisa, mas meu pai e minha família me ajudam. Meu pai treina comigo e me acompanha até hoje, tanto é que ele está aqui comigo."

Ainda neste sábado, o pro player enfrenta o argentino Iván "MelianTheKing02" Melian nas quartas de final. Felipe já competiu a etapa da Ásia, vai disputar a etapa da Europa e é uma das promessas para a grande final mundial da PES League 2018.

Continue no Versus e siga nossas redes sociais para acompanhar a competição na íntegra.



Helena Nogueira é repórter no Versus e vai chamar seu pai para jogar League of Legends com ela. Siga-a no Twitter.

Tags Relacionadas
PES
Mais notícias
PES League se divide em torneio amador e profissional de clubes para temporada de 2020
PES

PES League se divide em torneio amador e profissional de clubes para temporada de 2020

eFootball.Pro e Open terão início ainda em 2019 com premiação acima de US$ 2 milhões
Helena Nogueira
Perfil: A história de Henrykinho, brasileiro a ir mais longe na PES League 2019
PES

Perfil: A história de Henrykinho, brasileiro a ir mais longe na PES League 2019

Com apenas 18 anos, o pro player é tricampeão nacional e já participou de dois mundiais
Helena Nogueira
eFootball PES 2020 não terá futebol feminino, segundo Konami
PES

eFootball PES 2020 não terá futebol feminino, segundo Konami

Desenvolvedora disse que não tem planos de adicionar mulheres ao novo game
Helena Nogueira