Rainbow Six Siege

Confira tudo sobre a Operação White Noise de R6

Os novos operadores vão apimentar o competitivo
@felipe.cardoso
Felipe Cardoso
escreve para o Versus.
© Reprodução/Ubisoft
© Reprodução/Ubisoft

O final do segundo ano de Rainbow Six Siege veio para melhorar a experiência do jogador com uma nova operação. A White Noise apresentou mudanças significativas no jogo, além de operadores inéditos e diversas correções para deixar a sua jogatina ainda mais especial.

Veja mais sobre R6:

Confira um pouco mais sobre as novidades da Operação White Noise:

Operadores

Dokkaebi (ATK)

  • Velocidade: Média
  • Armadura: Média

Nomeada como Grace Nam, a operadora nasceu em Seul, na Coreia do Sul. Desde a infância, Dokkaebi já demonstrava interesse em tecnologia, sempre explorando seus próprios computadores e, após sua graduação, seu atletismo e ousadia se destacaram no Exército e no 707º Batalhão de Missões Especiais.

Sempre reconhecida pela facilidade com tecnologia e por ser altamente adaptável a situações extremas, Grace desenvolveu a Bomba Lógica, que é sua habilidade única no jogo. Basicamente, Dokkaebi atravessa o firewall dos dispositivos inimigos e injeta um vírus, fazendo com que eles emitam um barulho alto, comprometendo a localização de seus adversários.


Vigil (DEF)

  • Velocidade: Alta
  • Armadura: Leve

Conhecido como Chul Kyung Hwa, o novo operador defensivo possui uma história complicada e se recorda de poucas coisas. Sua família fugiu pela Ásia e sua infância foi complicada, perdendo o seu pai cedo e recebendo asilo na Coreia do Sul. Adotado pela família Hwa, Vigil decidiu focar na carreira militar na marinha. Assim, provou ser um agente habilidoso e foi escolhido a dedo pelo 707º Batalhão de Missões Especiais.

Sua habilidade única permite ao operador ser indetectável pelas câmeras que estão ao seu redor. Tudo isso é possível pela Camuflagem Eletrônica Renderizada (ERC-7), que remove estímulos perceptíveis do próprio ambiente.


Zofia (ATK)

  • Velocidade: Média
  • Armadura: Média

Irmã de Elzbieta Bosak, a operador polonesa cresceu na cidade de Breslávia. Desde a sua infância, Zofia Bosak já apresentava interesses na carreira bélica e foi fortemente treinada por seu pai, que fez parte da GROM. Após métodos de treinamento questionáveis, Zofia aprendeu métodos para sobreviver a qualquer perigo e aguentar situações perigosas.

Sua habilidade única foi originada na GROM, onde Zofia descobriu seu verdadeiro tipo de especialidade: o KS79 LIFELINE, um lança-granadas com barril duplo que apresenta cargas de concussão e de impacto. A arma não exige o recarregamento de seus cartuchos e isso causa uma eficiência incomparável.

Isso sem contar com a incrível capacidade da operadora de se levantar sozinha durante seus jogos - mas apenas uma vez por rodada.

Segundo André "Meligeni" Santos, a Zofia e o Vigil têm grande capacidade de entrarem no meta, sendo o segundo um operador mais andarilho, com capacidade de flancos. O narrador também ressalta que o jogo ganha uma sobrevida com a operação e que operadores que já foram muito utilizados desde o começo podem acabar desaparecendo do meta.

Novo mapa

A Torre Mok Myeok é novo local onde os operadores vão se enfrentar em Rainbow Six Siege, cuja missão de resgate acontece em Seul, Coreia do Sul.

O mapa conta com uma moderna torre de comunicação e observação, além de oferecer diversos pontos de vantagem vertical, possibilitando diferentes táticas em múltiplos andares.

Melhorias

Sincronização da trajetória das granadas

Os erros de sincronização no lançamento das granadas foi corrigido com a operação, e novos conceitos também foram adicionados. Agora, a velocidade do jogador ao lançar uma granada interfere na sua trajetória. Portanto, as modificações ficaram da seguinte forma:

  • Andando para frente, o arremesso de uma granada resultará num alcance maior
  • Andando para trás, o arremesso de uma granada resultará num alcance menor
  • Movendo-se de um lado ao outro, o arremesso resultará em um movimento lateral na trajetória da granada


Recuo da Pistola

O comportamento das pistolas foi alterado para um melhor conforto do jogador. O objetivo da mudança é torná-las uma escolha legítima para os fãs do game e não apenas um último recurso para situações extremas.

O recuo serviu para uma melhor visualização do oponente ao mirar com a pistola, e além disso, a taxa de disparos também foi aumentada, fazendo com que os jogadores acabem com o carregador muito mais rápido.

As alterações deixaram as pistolas muito mais letais e agora elas podem ser uma verdadeira opção de escolha.


Novos indicadores para Buffs/Debuffs

Os novos indicadores vão garantir uma melhor visualização da sua própria gameplay, exibindo tudo o que for aplicado a você. As novas marcações estarão na UI do jogo e serão:

  • Blindagem de Rook
  • As marcações de Jackal
  • A mina Gu de Lesion
  • O dispositivo de Dokkeaebi

Há também uma codificação por cores:

  • Azul: efeito positivo
  • Vermelho: efeito negativo


O novo meta de Rainbow Six Siege será reconstruído com estas novidades e ainda foram corrigidos diversos bugs. Portanto, para saber mais sobre a Operação White Noise, confira o link oficial da Ubisoft!


Felipe Cardoso é analista do Versus e um entusiasta pelo gênero FPS. Siga-o no Twitter em @felpyyy.

Tags Relacionadas
Rainbow Six SiegeGuias
Mais notícias
Rainbow Six: Na'Vi é campeã da Pro League S10 em Tokoname, no Japão
Rainbow Six Siege

Rainbow Six: Na'Vi é campeã da Pro League S10 em Tokoname, no Japão

Equipe derrotou a DarkZero na grande final deste domingo (10)
Beatriz Coutinho
Rainbow Six: FaZe e NiP são eliminadas da Pro League Japão
Rainbow Six Siege

Rainbow Six: FaZe e NiP são eliminadas da Pro League Japão

Em defasagem de elenco, brasileiros retornam para casa sem vitórias
Beatriz Coutinho
Guia Finais da Pro League S10 de Rainbow Six: Times, transmissão, agenda e mais
Rainbow Six Siege

Guia Finais da Pro League S10 de Rainbow Six: Times, transmissão, agenda e mais

Torneio será no Japão e terá as representantes brasileiras NiP e FaZe
Helena Nogueira