Battle Royale

Como uma boa placa de vídeo faz você vencer mais jogos

Estudo foi feito com o desempenho de pro players em battle royales
Imagem: Montagem/Lucas Takashi
Imagem: Montagem/Lucas Takashi

A Nvidia realizou um estudo e chegou ao resultado de que o monitor e a placa de vídeo possuem impacto direto na performance dos jogadores - com destaque para pro players que têm alto nível de performance. O foco da pesquisa foi em frames, taxa de atualização e o impacto causado em jogos battle royale, games rápidos que exigem muito do reflexo e tempo de resposta dos jogadores.

Leia mais:


A primeira parte do estudo compara o desempenho dos jogadores profissionais com a placa de vídeo (GPU) utilizada. De acordo com os dados coletados, quanto melhor a GPU, maior é a chance do pro player ter um aumento na diferença de abates e mortes (K/D).

Utilizando cinco gerações de placas GeForce - da família GTX 600 até RTX 2000 - foi feita uma comparação de desempenho. A conclusão foi que placas de vídeo de melhor desempenho conseguem aumentar em até 53% o K/D dos jogadores.

Veja o gráfico a seguir:

Imagem: Reprodução/Nvidia
Imagem: Reprodução/Nvidia


Isso acontece porque as GPUs atuais conseguem oferecer uma melhor taxa de atualização de frames, o famoso FPS (frames por segundo), para que o jogador tenha um melhor tempo de reação ao que está acontecendo.

Para análise mais aprofundada, foram feitos testes com jogadores de Fortnite e PlayerUnknown's Battlegrounds levando em consideração a otimização de desempenho conforme o tempo de jogo e a GPU instalada no computador - que no caso foram placas de vídeo da família GTX 1000.

Confira abaixo:

Imagem: Reprodução/Nvidia
Imagem: Reprodução/Nvidia


Inicialmente, os jogadores possuem uma performance bem próxima com todas as placas de vídeo, mas a GPU começa a ter impacto no desempenho dos pro players conforme eles possuem um maior tempo de jogo.

Como pode ser visto no gráfico acima, um jogador com 40 horas semanais utilizando uma GeForce GTX 1050 teve uma melhoria de aproximadamente 180% de desempenho ao final dos testes, enquanto o mesmo jogador com uma GTX 1080 conseguiu uma otimização de 300% na performance. Isso mostra que o fator treino é importante, mas a placa de vídeo ajuda o computador a responder adequadamente às reações.

É importante ressaltar que não significa que você vai jogar bem se atualizar a placa de vídeo, mas sim que poderá alcançar o máximo de suas habilidades com o computador adequado.


Outro ponto relevante abordado no estudo foi a importância do monitor na jogatina. Uma placa de vídeo potente pode oferecer melhores FPS, porém é extremamente importante que o monitor mostre as imagens no mesmo ritmo da máquina.

Para explicar melhor, os monitores possuem os hertz (Hz) que são as frequências de atualização das imagens exibidas. Então se a placa oferece mais de 120 FPS e o monitor tem 60 Hz, há uma perda de desempenho, pois as imagens não serão processadas com a mesma velocidade.

Veja os FPS alcançados nos principais títulos de battle royale (Fortnite, PUBG, Apex Legends e Call of Duty), com marcadores para 144 Hz e 240 Hz, que são as taxas encontradas nos monitores do mercado:

1/4
Imagem: Reprodução/Nvidia
Imagem: Reprodução/Nvidia
Imagem: Reprodução/Nvidia
Imagem: Reprodução/Nvidia
Imagem: Reprodução/Nvidia
Imagem: Reprodução/Nvidia
Imagem: Reprodução/Nvidia
Imagem: Reprodução/Nvidia


Em conversa com Gerardo Delgado Cabrera, gerente de produto para esports e streaming na Nvidia, o Versus conseguiu algumas dicas para quem busca melhorar o desempenho.

O primeiro ponto é escolher entre fazer um upgrade no GPU ou monitor. O ideal seria adquirir tanto o monitor com alta frequência de atualização quanto a GPU com alto FPS, mas se for necessário escolher apenas um componente para começar a atualizar, o gerente recomenda a placa de vídeo.

"Melhorar a sua placa de vídeo é mais benéfico, pois se tiver apenas 60 FPS e atualizar o monitor, você não terá benefícios e ainda verá apenas 60 FPS. Você pode diminuir a qualidade gráfica durante os jogos, mas não terá uma boa experiência nas partidas", diz Gerardo.

Para os streamers que buscam manter o bom desempenho, é necessário encontrar um bom equilíbrio para manter a qualidade na transmissão com o anti-aliasing, mas sem perder na qualidade do jogo.

"Se você é um streamer, precisa ativar ao máximo a opção de anti-aliasing para manter a qualidade de transmissão. Um exemplo são as placas de vídeo RTX, que possuem codificadores dedicados que permitem jogar e transmitir ao mesmo tempo", complementa o gerente de produto.

Como exemplo dos codificadores dedicados, Gerardo citou o gráfico com o desempenho de Apex Legends, que foi feito com dados coletados de computadores com jogo e transmissão simultâneas.

Imagem: Reprodução/Nvidia
Imagem: Reprodução/Nvidia


Com todos esses dados da pesquisa, agora você sabe como uma placa de vídeo e a taxa de atualização do monitor podem impactar nas suas vitórias. Hora de buscar as vitórias nas partidas!



Lucas Takashi é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @IugahTK.