Hearthstone

Como construir um deck poderoso em Hearthstone?

NaySyl separou dicas preciosas para você melhorar seu jogo
@felipe.cardoso
Felipe Cardoso
escreve para o Versus.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Olá, aqui é a NaySyl! Neste primeiro guia que estou fazendo para o portal do Versus, eu gostaria de falar um pouco sobre a ideia de criar um deck forte em Hearthstone. Vamos lá?


Classes e arquétipos do meta atual

A primeira dica é sempre ficar de olho no meta atual e sua constante mudança. Com a chegada dos últimos nerfs do update 9.1 (Avivar, Machado de Guerra Abrasador, Bagata, Guerreiro Líder Murloc e Peste Incontrolável), o meta muda de forma significativa.

Vou discorrer aqui um pouco aqui sobre o que podemos encontrar no meta atual para que você tenha noção de qual caminho percorrer em busca do seu deck forte perfeito!

Atualmente, podemos encontrar tanto decks agressivos, como decks midranges e controles no Tier1.

Agressivos

Vamos então começar pelos decks agressivos. Anteriormente, Hearthstone tinha um meta cheio de guerreiros piratas. Agora, esse espaço agressivo é deixado para decks com a utilização de uma carta que surpreendeu muita gente: Príncipe Kaleseth.

Podemos ver que muitos decks estão sendo criados com ele por base, como o Bruxo Zoo, o Paladino Agressivo e o mais forte e consistente deles (inclusive Tier1), o Ladino Tempo.

Entre estes decks, o Ladino Tempo é o que consegue gerar mais valor sobre o Príncipe Kaleseth, pois somado à utilização da carta “Passo Furtivo”, ele gera um efeito quase que irreversível ao seu oponente, já que usá-lo para o começo do jogo assegura que os lacaios comprados sejam bufados, habilitando trocas mais favoráveis e um efeito de crescimento muito grande logo no começo do jogo.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Midrange

Passando ao arquétipo midrange, podemos citar o caçador, que ficou sumido durante os metas anteriores. Desde a vinda da expansão “Cavaleiros do Trono de Gelo”, algumas variações ocorreram com a utilização do DK “Rexxar, o Sicário”, e agora vem sendo visto um tanto lento para a velocidade desenvolvida neste meta, perdendo seu espaço no deck.

A estratégia é basicamente tomar controle do campo com seus lacaios de início de jogo, fazendo um efeito de crescimento nos turnos que se seguem, fazendo com que seu oponente não consiga lidar com uma mesa tão vasta.

Controles

E por último, mas tão forte quanto os outros, estão os decks controles. O Druida Jade continua muito forte, embora com o nerf da carta “Avivar”, a chegada da carta “Infestação Total” foi algo que agregou muito ao deck, fazendo você voltar para o jogo instantaneamente, caso seu fôlego tenha acabado.

Ainda, temos o Sacerdote HighLander, que desde a chegada dos “Cavaleiros do Trono de Gelo” veio de forma muito forte, e agora no pós nerfs, ficou ainda mais poderoso. Lembre-se que pro players usam este deck!

Quem desfez o seu “Kazakus” após a rotação de “Reno Jackson”, pode considerar montá-lo novamente. A sinergia entre “Raza” e o DK “Anduin, o Ceifador Sombrio” é insana!

Habilitando dar dois de dano gratuitamente a cada carta gasta em seu turno, fazendo a famosa “metralhadora”. Isso, agregado ao “Profeta Velen” e cartas como “Punição Sagrada” e “Impacto Mental”, torna-se um combo muitas vezes de OTK (one turn kill).

Dicas gerais

A outra dica que deixo a vocês, é sempre prestar muita atenção em todas as opções que você tem no seu turno, pois a jogada mais óbvia nem sempre é a mais eficiente.

Tentar pensar como se você fosse o seu oponente, para prever o que ele vai fazer no turno dele e o que você tem de resposta para aquilo. Isso, alinhado a um ótimo deck, é a sinergia perfeita!

Se você conseguir juntar estes elementos descritos acima, com certeza alcançará bons rankings nos jogos! E claro, sempre que tiver a oportunidade, assista às transmissões de jogadores profissionais que você se identifica e preste muita atenção nas jogadas e explicações deles, pois tenho certeza que isso agregará muito à sua jogabilidade!

E por fim, se você já é um jogador que tem a possibilidade de montar bons decks Tier1, veja qual arquétipo e classe que você se identifica melhor.

Se você é um jogador iniciante, vale muito a pena se atentar ao deck de caçador citado acima, pois o seu custo é muito abaixo dos outros, não levando nenhuma lendária em seu corpo, e ainda assim, permanecendo no Tier1.

Espero que tenham gostado! Não deixe de comentar dando o seu feedback!


Nayara "NaySyl" Sylvestre é uma conhecedora de Hearthstone e também atua como comentarista do jogo, com muito carisma e conhecimento. Siga-a no Twitter em @nayarasylvestre

Tags Relacionadas
HearthstoneGuias
Mais notícias
Hearthstone: Pro player desiste de partida em torneio para jogar Auto Chess
Hearthstone

Hearthstone: Pro player desiste de partida em torneio para jogar Auto Chess

O jogador elevou o conceito de multitarefa a outro nível
Beatriz Coutinho
Grandes premiações, inúmeros torneios e mais: o momento do Hearthstone é agora
Hearthstone

Grandes premiações, inúmeros torneios e mais: o momento do Hearthstone é agora

A participação em campeonatos do card game está em uma crescente sólida
Matheus Oliveira
Hearthstone: Felkeine é o grande campeão da Masters Tour Seoul 2019
Hearthstone

Hearthstone: Felkeine é o grande campeão da Masters Tour Seoul 2019

Jogador francês leva US$ 89 mil para casa
Matheus Oliveira