League of Legends

CBLoL: Sistema de franquias depende de estabilidade financeira dos times, diz Riot

Outras ligas do mundo já adotaram este formato
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
escreve para o Versus.
Hoje, ligas como a norte-americana, chinesa e turca já funcionam com franquias | Foto: Riot Games/Reprodução
Hoje, ligas como a norte-americana, chinesa e turca já funcionam com franquias | Foto: Riot Games/Reprodução

No último sábado (13), durante a final do 1º split do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2019, Carlos Antunes, diretor de Esports da Riot Games no Brasil, afirmou que a desenvolvedora estuda trazer o sistema de franquias para o CBLoL - atual modelo das ligas norte-americana e turca -, mas precisa que os times brasileiros atinjam solidez financeira para que isso aconteça.

Leia mais:


Crescimento de patrocínio do CBLoL

Entre setembro de 2018 e janeiro de 2019, o CBLoL anunciou três novos grandes patrocinadores: Dell, Gillette e Red Bull. Para Carlos, a Riot teve muita sorte em encontrar três marcas que já estavam querendo investir em esports e que trabalhavam com o assunto em alguma dimensão.

Enquanto a Gillette sempre esteve presente no mundo dos esportes tradicionais, a Dell é uma empresa de tecnologia e a Red Bull é conhecida no cenário competitivo dos videogames por patrocinar equipes como a OG e organizar torneios de League of Legends.

"Os nossos projetos de patrocínio sempre estão tentando entender o que a marca já está fazendo e aí entramos com o patrocínio para então aumentar isso. Já estamos conversando com essas marcas sobre renovações e até mesmo procurando novos parceiros", afirmou o diretor.

O reality show Gillette ULT
O reality show Gillette ULT

Cada uma dessas empresas tem um papel diferente em seu patrocínio. A Gillette organizou o ULT, reality show de League of Legends, para reforçar os valores da marca e do LoL sobre alta performance e preparação, transformando 20 jogadores desconhecidos pela maior parte da comunidade em grandes pro players e streamers.

Já a Dell agora fornece para o CBLoL produtos como servidores e monitores de alta qualidade, além de estar por trás do quadro CBLoL Explica (veja no vídeo abaixo), que fala sobre grandes jogadas do torneio. A Red Bull, de acordo com Carlos, está preparando grande projetos junto com a Riot.

"Quando encontramos marcas que estão fazendo essas apostas a longo prazo, como a Gillette, a Red Bull e a Dell, é ótimo para nós, porque o que sempre almejamos era encontrar marcas e ficar com elas para sempre, para fazer coisas ainda maiores", explicou Carlos.

O crescimento do CBLoL pode levar a um futuro sistema de franquias?

Com três grandes patrocinadores, projetos de longo prazo e equipes que poderiam ter condição de pagar por uma vaga fixa no torneio, Carlos afirmou que o sistema de franquias para o CBLoL "é uma possibilidade sim".

"Estamos sempre estudando formatos nos quais possamos colocar um alicerce para o próximo passo de crescimento que queremos dar. Sabemos que trazer mais visão de longo prazo e planejamento e estabilidade ajuda todos nós. Ajuda os times, as marcas que vão investir neles e a liga em si, porque vai nos fazer evoluir. Soluções que busquem estabilizar o nosso meio para que a liga cresça estão sempre no nosso radar", explicou o diretor de esports.

Carlos explicou que existem diferentes tipos de sistemas de franquia. No caso da liga norte-americana de LoL, os times pagaram US$ 10 milhões para comprar uma vaga permanente no torneio, já nas ligas turca e europeia, as equipes pagaram por uma vaga com duração de três anos. No caso da adoção de franquias, o CBLoL poderia seguir estes formatos, ou criar um novo que fosse melhor para a liga brasileira.

Para Carlos, o mais importante é que não só o CBLoL, mas todos os envolvidos no torneio cresçam para que as franquias possam se tornar reais: "Só podemos dar esses passos quando os times tiverem solidez financeira e visão de ficar no cenário em longo prazo. Trazer um modelo com mais previsibilidade é algo que buscamos", finalizou o diretor.

Bia Coutinho é redatora do Versus. Siga-a no Twitter em @biaacoutinhoo.

Tags Relacionadas
League of LegendsCBLoL
Mais notícias
LoL: Echo Fox dispensa toda a line-up após perder vaga na LCS
League of Legends

LoL: Echo Fox dispensa toda a line-up após perder vaga na LCS

A organização não atendeu às exigências da Riot Games após caso de racismo envolvendo sócio
Beatriz Coutinho
LoL: Team Liquid e Cloud9 garantem vaga no Mundial 2019
League of Legends

LoL: Team Liquid e Cloud9 garantem vaga no Mundial 2019

Ambas as equipes se classificaram por chegar até as finais de LCS
Matheus Oliveira
LoL: Vivo Keyd anuncia contratação de line-up feminina
League of Legends

LoL: Vivo Keyd anuncia contratação de line-up feminina

As pro players estreiam nas qualificatórias do GIRLGAMER Esports Festival
Beatriz Coutinho