League of Legends

CBLoL: Consolidada no Brasil, liga procura maneiras de manter crescimento

Com o fim do 2º split, o CBLoL só retorna em 2020
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
escreve para o Versus.
Foto: Bruno Alvares, Cesar Augusto e Pedro Pavanato/Riot Games/Reprodução
Foto: Bruno Alvares, Cesar Augusto e Pedro Pavanato/Riot Games/Reprodução

A temporada competitiva do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2019 (CBLoL) acabou. Após um ano com patrocínios inéditos, um novo formato e grandes finais com os mesmos times - mas expectativas diferentes - o Versus conversou com Carlos Antunes, diretor de Esports da Riot Games no Brasil, para saber quais são os planos para o futuro do torneio.

Leia mais:


CBLoL 2019

Em 2019, o CBLoL anunciou a Red Bull como sua nova patrocinadora, e segue contando com suas parcerias entre Gillette e Dell. Além dessas novidades, o torneio estreou o formato de séries melhores de um jogo (md1) em três turnos, o que impactou bastante a dinâmica do torneio.

"Ficamos muito felizes nesse ano, especialmente no 2º split, quando notamos que muita coisa que fizemos foram necessidades que surgiram no 1º split. Vimos times mudando muita coisa, investindo, alterando estratégias, times no topo e meio da tabela trouxeram mudanças significativas de uma etapa para outra. Geralmente, víamos essas mudanças só de um ano pro outro", afirmou Carlos.

De acordo com o diretor, isso foi muito importante para o CBLoL, pois significa que o campeonato tem velocidade de resposta para trabalhar melhor.

"Não podemos esperar anos para mudar, nossas ligas concorrentes estão agindo muito rápido, por isso estou bastante satisfeito. Ficamos muito felizes, pois além da liga estar buscando essa melhora, estamos falando mais com o público e os times estão com fogo nos olhos por resultados nacionais e internacionais".

A INTZ foi a campeã do 1º split do CBLoL | Foto: Riot Games/Reprodução
A INTZ foi a campeã do 1º split do CBLoL | Foto: Riot Games/Reprodução


A evolução do CBLoL

Organizado pela Riot Games desde 2012, o CBLoL já teve diversos momentos grandiosos. De uma final na Brasil Game Show, passando pelo Allianz Parque até a decisão do 2º split de 2019 na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro, o campeonato passou por diversas fases.

"Tivemos um momento inicial divertido, com pessoas dos times e da própria Riot que chegaram na comunidade em diversos momentos. No início tudo era sobre a comunidade, parte do amor de hoje se formou ali. Hoje o cenário é super grande, mas todo mundo se conhece e conversa, acho isso muito legal, pois poucos países tem isso", contou Carlos.

"Depois, passamos por um momento de crescimento bastante grande e interessante. Muitas coisas foram testadas, times surgiram e viraram potências, enquanto outros tiveram mais dificuldades. Isso gerou novas competências para a liga em geral, os times aprenderam a gerenciar questões esportivas, financeiras, comerciais, houveram também equipes que foram para o Circuito Desafiante, mas continuaram sendo gigantes", continuou o diretor.

Em seguida, Carlos afirmou que no atual momento do CBLoL, é preciso criar novas ideias para continuar crescendo. "Já nos consolidamos, somos uma liga grande e real, o que faremos nos próximos anos?".

O Flamengo é o grande campeão da 2ª etapa do CBLoL 2019 | Foto: Fotos: Bruno Alvares, Cesar Augusto e Pedro Pavanato/Riot Games/Reprodução
O Flamengo é o grande campeão da 2ª etapa do CBLoL 2019 | Foto: Fotos: Bruno Alvares, Cesar Augusto e Pedro Pavanato/Riot Games/Reprodução


Franquias no futuro?

Segundo o diretor, uma das coisas que pode fazer o CBLoL se desenvolver é o sistema de franquias, que possui diversos modelos ao redor do mundo, como o das ligas norte-americana e europeia e também o do circuito turco. Recentemente o assunto das franquias voltou a ser frequente, inclusive na comunidade de LoL.

"É um assunto do qual falamos muito com os times, mas é preciso pensar a longo prazo e conversar com os times para entender sobre muitos aspectos. Se esse sistema for implementado, pode haver impacto no formato, na Série de Promoção, em parcerias de longo prazo, mercado de jogadores, entre outras", explica Carlos.

O diretor afirmou que o assunto vem sendo conversado com as equipes, pois a proposta tem que fazer sentido para todos, já que diversas estruturas podem ser criadas com um sistema de franquias, como acordos comerciais e associações de jogadores.

Quer saber tudo o que o Flamengo falou após vencer a INTZ e se tornar a campeã do 2º split do CBLoL? Confira o vídeo abaixo:


Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
League of LegendsCBLoL
Mais notícias
LoL: Novo campeão Aphelios, A Arma dos Devotos, é revelado
League of Legends

LoL: Novo campeão Aphelios, A Arma dos Devotos, é revelado

Imagens e história do novo campeão foram divulgadas
Matheus Oliveira
LoL: Dynquedo, destaque do CBLoL 2018 na Kabum, está free agent
League of Legends

LoL: Dynquedo, destaque do CBLoL 2018 na Kabum, está free agent

Jogador anunciou a decisão em seu Twitter
Matheus Oliveira
LoL: Fora do Flamengo, Shrimp anuncia que está free agent
League of Legends

LoL: Fora do Flamengo, Shrimp anuncia que está free agent

Shrimp está buscando oportunidades no mundo inteiro
Matheus Oliveira